Desabafos Anônimos

***EXCEPCIONALMENTE ABRIMOS ESTE ESPAÇO PARA QUE VOCÊ ENCONTRE APOIO E FALE SOBRE A SUA EXPERIÊNCIA SOBRE O ISOLAMENTO SOCIAL CAUSADO PELO CORONAVÍRUS. ACREDITAMOS QUE ESSA SEJA UMA FERRAMENTA MUITO IMPORTANTE NESSE MOMENTO DE CRISE. CUIDE-SE E FIQUE EM CASA, MAS CUIDE DA SUA SAÚDE MENTAL TAMBÉM. ESTAMOS AQUI PARA ACOLHER E COMPARTILHAR HISTÓRIAS NESSE MOMENTO TÃO DELICADO. UM ABRAÇO SOLIDÁRIO.***

Aqui é seu porto seguro, onde sua voz será ouvida e, em seguida, compartilhada com outras mães. Os depoimentos serão publicados depois de serem cuidadosamente e carinhosamente lidos, uma imagem e um título serão atribuídos ao seu Desabafo.

Você receberá um e-mail da nossa Equipe confirmando o recebimento e nos colocando à disposição para ajudá-la e auxiliá-la, se você assim o desejar. 

O seu e-mail NÃO será divulgado.

Você pode escolher se quer se identificar ou se prefere o anonimato. As suas informações pessoais só serão publicadas se você ecolher se identificar, elas não são obrigatórias.

Obrigada pela colaboração e esperamos que este espaço ajude muitas mulheres mundo afora!

Desabafar pode fazer muito bem para quem escreve e para quem lê.
Estamos aqui para lhe escutar, para que saiba que existem pessoas aqui do outro lado que querem lhe ouvir e entendem que o que você tem a dizer, é MUITO importante!

Sobre DA



Nos certificamos de que o conteúdo não seja ofensivo ou preconceituoso e preservamos a identidade de profissionais e instituições. Todos os Desabafos serão publicados, porém, o tempo de espera varia conforme o volume de relatos que recebemos.

139 comentários Adicione o seu

  1. Anônima disse:

    Sabe, eu tenho 15 anos… e tenho um quarto “meu”, mas na minha mente não é meu, pois minha mãe e minha tia enfiam pelo menos 3 garotos lá, e eu fico no chão e eles na cama, isso é horrível! Eu sei que parece egoísmo mas eu não aguento mais não poder ter um momento sozinha, o único momento sozinha que eu tenho é no banheiro e olha lá em, vivem abrindo a porta.

    Curtir

  2. saturno. disse:

    eu estou a uns 30 minutos tentando formular uma resposta para o teu desabafo, porque, céus, eu passo pela mesma coisa que tu. sei como é essa vontade de contar para tudo mundo quem eu sou, surtar e estar cansado de ouvir coisas assim. é, é realmente algo complicado. e tem o medo de contar para os meus pais também, sei que tem grandes chances deles me apoiarem, mas aquele certo medo nunca passa.

    talvez tu nem esteja mais nesse site, mas, se tu ler essa minha resposta e quiser conversar, desabafar ou simplesmente se distrair, pode me chamar no meu email (@saturndust666@gmail.com)

    espero, de coração, que tu fique bem e consiga combater todos esses seus parentes babacas.

    Curtir

  3. Alguém disse:

    Estou muito triste, estou a 6 anos no total com meu esposo sendo 3 de casamento porém a família dele mantém contato com a ex e com os filhos da ex( detalhe não são do meu esposo) .
    Ela abandonou os filhos e sou eu quem crio juntamente com meu esposo faço o que posso trato como se fossem meus , tenho um bebê com ele de 11 meses a família dele mau se importou com meu filho a irmã dele foi ver meu bb ele já tinha 8 meses, chego lá e tenho que enfrentar os filhos da ex que nem são do meu esposo a me piraçar.
    Ela abandonou os filhos des do começo do nosso namoro eu o conheci ja estavam separados a um ano e nunca colocam fim, me sinto uma entrusa, mesmo fazendo o certo sou tratada feito um lixo, então decidi me afastar chega de estar onde não me cabe !

    Curtir

    1. Shirley Alvarenga disse:

      Nossa parece que vi a minha vida escrita agora

      Curtir

  4. ... disse:

    Desabafo Anônimo: Bem… tenho 13 anos e sou gay, muitos podem pensar que é muito novo pra pensar nisso mas eu tive essa certeza desde pequeno, o único problema é como contar isso o problema não é os meus pais e sim minha família, eles sempre deixaram muito claro o preconceito om pessoas diferentes delas dizendo coisas como: “Eu não entendo a parada gay é só um bando de pessoas com problemas mentais” e quando ouvi isso eu quase que dou um surto no meio da sala,mas me conti e fiquei calmo eu realmente não aguento mais todas as noites espero o dia em que vou poder gritar para todos e dizer sou gay e não tenho vergonha.
    Somente meus amigos sabem que sou gay, mas hoje tomei coragem e deixarei esse desabafo anônimo.

    Curtido por 1 pessoa

    1. pollyana disse:

      eu gosto de uma menina, sou definitivamente apaixonada nela, e eu só tenho apenas 12 anos, e sou uma menina.
      As vezes eu tenho uma grande vontade de contar para meus pais, porém quero esperar o tempo q for necessário, não quero q eles se espantem, quando eu me sentir confortável com o tempo, eu vou decidir contar.

      Eu gostei bastante de sua história

      Curtir

    2. Haru disse:

      Oh meu anjo,tenho uma história parecida,sou bi e tenho 13 anos e tenho medo de contar para minha familia pois eles não gostam disso,meus amigos(as) sabem que sou bi e não contaram para minha familia justamente por causa da reação deles, eles acham que menina n pode namorar menina,que homossexualidade é um demônio etc …
      Eu não entendo o preconceito das pessoas com homossexualidade é lgbtq+;~;
      E meu anjo ser gay não é uma vergonha mesmo,não tenha medo de dizer quem você é ! ,sua família tem que te respeitar pelo menos .
      🙂 que vc seja muito feliz ~~

      Curtir

  5. yukkikayama disse:

    Gostei da iniciativa, é uma boa para quem sofre de depressão, ansiedade e quem tem baixa auto-estima.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s