Tive um parto forçado

1 filho, 27 anos. Desabafo Anônimo: “VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA” No dia 22/07/2009 tive um parto forçado, eu tinha apenas 18 anos e não sabia exatamente como seria. Passei o dia sentindo dor… na hora das contrações tive cãibras nas duas pernas a enfermeira super grossa. 5 médicos para estourar a minha bolsa, passei dias com meu…

Hoje eu sei

R, 1 filho, auxiliar administrativo Idade: 25 Desabafo Anônimo: Há 5 anos tive meu filho em uma maternidade pública de São Paulo. Eu tinha 20 anos quando engravidei, e meu desejo era ter parto normal para evitar a cicatriz e desconforto da cesariana. Sempre me diziam que era arriscado, já que eu pesava 45kg com…

Violência obstétrica e a cultura do estupro

Podemos pensar em uma proximidade entre violência obstétrica e a cultura do estupro, visto que inúmeras mulheres que sofreram violência obstétrica sentem-se violadas, envergonhadas e culpadas, sentimento muito comum também entre as mulheres que foram vítimas de abuso sexual. A violência obstétrica se aproxima muito do sentimento de corpo violado, principalmente em sua vagina, o…

Maternidade particular pra não ter “trauma”… sonho meu!

E. 3 filhos, professora, 36 anos. Desabafo Anônimo: Tinha 21 anos quando minha primeira filha nasceu. Maternidade particular pra não ter “trauma”… sonho meu! – Doutor, quero parto normal pra minha filha vir na hora dela pro mundo! – O parto vai ser como seu corpo quiser. Você não aguenta um PN (parto normal), vai…

Um dia vou parar de ter esses pensamentos?

Anônima, um filho, do lar Idade: 20 Desabafo Anônimo: Tenho 20 anos, engravidei aos 18 e fui mãe aos 19. Desde então, minha vida mudou completamente. Amo meu filho, mas muitas e muitas vezes me pego pensando como poderia estar minha vida hoje sem ele, tudo que eu poderia estar fazendo. Sempre fui magra mas…

Não posso engravidar mais

Gilmara,desempregada, tenho um anjo no céu que partiu com 25 semanas de gestação Idade: 30 Desabafo Anônimo: Perdi meu filho Arthur com 25 semanas devido pré eclampsia e insuficiência placentária.Devido erros médicos fiquei 3 meses no hospital,sai viva mas infelizmente não posso engravidar mais, desde de então me sinto vazia, um sentimento de incapacidade que…

Era meu 1º parto

Anônima, 1 Filho, Auxiliar Administrativo, 25 anos. Desabafo Anônimo: Tenho 25 anos e sou casada há 11 anos com meu marido, no final de 2014 descobri a gravidez através de exames de rotina… A partir daí sempre ia nas consultas, desde o início queria ter parto normal e a obstetra sempre me disse que sem…

Como amamentei após passar por um parto traumático

Amamentar é um processo de aprendizado tanto para a mãe quanto para o bebê. É preciso conhecimento, paciência, tempo e amor para superar o incômodo dos primeiros dias, até finalmente pegar o “jeitão da coisa”. Minha história não foi diferente, apesar de ter passado por um parto traumático e sofrido violência obstétrica. Eu amamentei de…

Violência Obstétrica: porque temos que falar sobre isso!!!!!!!!!

Apesar de ser um assunto super falado ultimamente, falar de violência obstétrica nunca é demais. Cada dia mais mulheres com convênio estão procurando o sus para parir. E você sabe porque? Antigamente ter um convênio era sinônimo de segurança, você fazia o pré natal com o médico de sua escolha e teria o parto com…

O uso rotineiro da episiotomia

Farei um post informativo hoje. O uso rotineiro da episiotomia em partos vaginais! Sim, partos vaginais e não normais ou naturais. A episiotomia é uma intervenção que consiste em um corte feito no períneo, antigamente da região da vagina em sentido ao ânus, e por causa de complicações, de às vezes chegar ao esfíncter anal,…

Cultura do estupro, apropriação do corpo da mulher e violência obstétrica

Vamos começar explicando o que é estupro e violência obstétrica para podermos fazer o paralelo e a intersecção entre tais atos, para que possamos entender como estão intimamente ligados e são crimes sexuais contra a mulher, dado que o parto é também um evento de extrema sexualidade e intimidade na vida da mulher. Estupro Art….

O estrago que fez na minha vida

Andrieli, 1 filha, desempregada Idade: 31 Desabafo Anônimo: Engravidei de forma não planejada, namorando, com um emprego que me dava um salário razoável mas acabava com meu emocional. Nunca havia passado pela minha cabeça a possibilidade de ser mãe. Logo entrei em depressão, pois me via vinculada a um emprego que gostaria muito de deixar…