Tenho que cuidar de tudo, da casa, do bebê e dele também

Sarah, 1 filha, do lar, 29 anos Desabafo Anônimo: Tenho uma menina de 1 ano. Sou casada há dois anos. Quando engravidei não foi planejado e passei toda a minha gestação angustiada e com medo. Trabalhei muito na gravidez e acho que fiquei muito cansada nesse período. Trabalhava fora e ainda tinha o serviço de…

Sinto fome pelo turbilhão hormonal que ainda vivo do pós parto.

Anônima, 2 filhos, jornalista, 34 anos Desabafo Anônimo: Me sinto tão confusa, tão perdida. Há 6 meses fui mãe pela segunda vez. Experiência maravilhosa, de muita cura, principalmente por conta das dificuldades que passei na primeira experiência. Me sinto uma mulher completamente realizada em termos maternais. Ganhei 16 kg na segunda gestação e já perdi…

Ser mãe é guerra e solidão

Anônima, 1 filha, 32 anos Desabafo Anônimo: Olá! Este será o meu primeiro dia das mães com minha filha em meus braços e que turbilhão de sentimentos e pensamentos, reflexões, constatações e tudo mais! Abdiquei do meu trabalho, que inclusive era com gestantes e puérperas, para me dedicar integralmente à minha filha. Desde o princípio…

Maternidade: o véu que nos faz ficar invisíveis

“Um dia, quando eu lhe falava do que vivenciava como o desconforto de ser mulher, ele me disse: “Você não é a única, isso não a torna menos sozinha””. (Catherine Millot, sobre Lacan em ‘A vida com Lacan’) Texto de Renata Corrêa – 03 Junho 2018 – Autorizado para publicação aqui no site Imagem: Ellen Greene…

A importância da rede de apoio família para a mulher no pós-parto

O pós-parto é um momento de adaptação, onde a puérpera deverá assumir novos comportamentos e responsabilidades devido a maternidade. Independente de ser o primeiro, segundo, terceiro filho, o puerpério sempre será um momento de adaptações, afinal de contas ser mãe de um é diferente de ser mãe de dois e assim por diante. O puerpério…

Saúde Mental Pós-Parto

Essa ferramenta foi desenvolvida para ajudar as mães a cuidarem da sua saúde mental. Não é fácil enfrentar a maternidade na nossa sociedade que abomina ver mulheres amamentando suas crias, que não tolera bebês e crianças pequenas em espaços públicos, que desqualifica mulheres mães no mercado de trabalho, que violenta a mulher durante o parto,…

Puerpério não é uma doença!

Por Rafaela Schiavo Primeiro o que é o puerpério? É o período logo após a saída da placenta e tem a duração de aproximadamente seis meses, quando o organismo da mulher irá voltar ao estado anterior à gravidez. Durante a gestação a mulher passa por transformações em seu corpo para gestar o bebê, isso inclui…

EU NÃO SILENCIEI O MEU PUERPÉRIO!

Texto da Paloma de Paula Dias da página Circulo Materno Paloma De Paula, 34 anos EU NÃO SILENCIEI O MEU PUERPÉRIO E ESSA FOI A MELHOR ESCOLHA QUE EU FIZ. Não ter silenciado o meu segundo puerpério foi uma das melhores escolhas de vida que eu poderia ter feito. Puerpério é o período que vai desde…

Pesadelos, medo constante e flashbacks atormentam você depois do parto? Esses são alguns dos sintomas de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) no pós-parto.

“Descobri que meu parto havia sido feito com fórceps, e nada disso me foi informado(…)tenho sonho de ter um filho, mas só de imaginar tudo isso acontecendo novamente me desespera, tenho vontade de chorar, gritar… Passei noites sem dormir e não entendia o porquê, mas hoje eu sei.”    Relato anônimo sobre violência obstétrica “(…)…

Todo o trauma de dar à luz me fez parar em um só filho.

https://www.theguardian.com/lifeandstyle/2017/mar/25/the-everyday-trauma-of-childbirth-made-me-stop-at-one-child *Tradução livre Polly Clark acredita que, para muitas mulheres, o choque do parto e suas conseqüências é semelhante à experiência de guerra, deixando-as à deriva e ausentes de maneira profunda – mas ninguém percebe. “Uma vez, na obstetra, eu vi um vislumbre de meus registros médicos que se deslocaram do carrinho para a mesa…

Um dia que deveria ser perfeito e foi traumático

Raquel, 1 filha, jornalista, 35 anos. Desabafo Anônimo: Engravidei oitos meses depois de casada. Não foi uma gravidez planejada, mas desejada. Eu havia acabado de começar em um novo emprego, descobri a gravidez 1 semana depois. No início foi meio conturbado, mas depois as coisas foram se ajeitando. Fiz o pré natal e decidi fazer o parto com…

Me culpo por ter esses pensamentos porque amo minha filha

Anônima, 1 filha, 22 anos. Desabafo Anônimo: Engravidei sem planejar. A descoberta foi um susto pra nós e felicidade para a família. Minha filha tem 7 meses e faço a rotina do sono desde os 3 meses, porém de fato ela nunca foi eficiente. Ela tem sono no mesmo horário, mas não dorme a noite…