Isso só não ganha grande dimensão para quem não o vive

Clara, 1 filho, médica, 30 anos. Desabafo Anônimo: Mais um aborto. O que pensar quando descobrimos que depois do primeiro aborto espontâneo, em que a notícia foi recebida como um soco no estômago, mais uma vez e na sequência ela se repete? Na primeira, o bom senso médico muitas vezes orienta que é o acaso…

Acordar com a mão na barriga é terrível

Marianna Muradas, educadora Feldenkrais, 29 anos. Desabafo Anônimo: Hoje eu voltei para a academia e cada vez que o professor se aproximava me perguntando se estava tudo bem, eu tinha que respirar fundo e segurar o choro e respondia que sim, está tudo bem. Mas na verdade… Não estou nada bem e está sendo bem…

Eu não consigo seguir em frente

Daisy, 1 filha, social media Idade: 34 Desabafo Anônimo: Perdi minha filha na 41ª semana de gestação. Tive um pré-natal perfeito, todos os exames com resultados bons, quase sem nenhum mal-estar e no dia que sabia que Luíza nasceria – pois na madrugada anterior tive contrações de treinamento – o coração dela parou de bater….

Sei que não é minha filha

Anônima, 36 anos, uma perda gestacional, professora. Desabafo Anônimo: A gente se conheceu na infância. Os caminhos se separaram e se cruzaram várias vezes: reuniões da escola, amigos em comum no Facebook. Eu viajei, namorei bastante, sempre fui desapegada e aventureira. Ele casou e teve um filho, e até onde eu sabia era um puta…

Minha filha se foi

Anônima, 2 filhos (1 anjo), 27 anos e desempregada. Desabafo Anônimo: O ano de 2015 tinha tudo para ser bom, afinal me casei, descobri uma gestação de uma linda princesa; mas não foi desse jeito. Além da frustração de não atuar na minha profissão, na reta final da minha gestação fui esfaqueada em um assalto…

Eu amo os filhos que tive. Amo o que não tive

Micaela, 3 filhos, historiadora Idade: 27 Desabafo Anônimo: Já se foram mais de três anos desde que o perdi. Ele, que existia apenas dentro de mim, mas existia. Ele, que já era uma pessoa. Seu coração batia no compasso do meu e sua alma se alimentava da minha. Conforme ele crescia, meus sonhos de uma…

Mas às vezes eu tô cansada de ser só mãe

Thayná​, 1 filha, desempregada, 21 anos Desabafo Anônimo: Queria desabafar, mas eu não consigo conversar com ninguém sobre os meus problemas, ou sobre o que eu sinto. Desde que eu perdi uma das minhas bebês, (eu estava grávida de gêmeas) ela morreu no pós parto, eu tive grandes problemas pós parto, fui a UTI, fiquei…

Não posso engravidar mais

Gilmara,desempregada, tenho um anjo no céu que partiu com 25 semanas de gestação Idade: 30 Desabafo Anônimo: Perdi meu filho Arthur com 25 semanas devido pré eclampsia e insuficiência placentária.Devido erros médicos fiquei 3 meses no hospital,sai viva mas infelizmente não posso engravidar mais, desde de então me sinto vazia, um sentimento de incapacidade que…

E o coração? Em pedaços, dilacerado, destruído!

Mariana, 0 filhos, fonoaudióloga Idade: 32 Desabafo Anônimo: A dor de um aborto espontâneo vai muito além da dor física, da indução da dilatação para realização da curetagem…A pior dor de um aborto é aquela que se sente na alma! Um golpe duro que destrói um sonho em minutos. Ao olhar para tela da ultrassonografia…

São quatro lutos sem rosto. Lutos que não posso viver direito

Bia, 2 filhos, bancária Idade: 40 Desabafo Anônimo: Amo meus filhos e meu marido, amor eterno e indissolúvel. Entretanto, nos últimos meses, me endureci após passar por uma quarta perda gestacional. São quatro lutos sem rosto. Lutos que não posso viver direito. Ao meu redor, quem soube desse fato pensa que eu devia tê-lo superado…

Tenho um anjo maravilhoso no céu

Luciene Canedo, 1 anjo, técnica ambiental, 31 anos. Desabafo Anônimo: Olá, hoje faz exatamente 60 dias que meu anjo veio ao mundo. E um anjo escolhido por mim e pelo papai. Durante toda a minha vida nunca pensei em ser mãe. O egoísmo era grande em minha vida. Mas no ano passado essa vontade se…