Sinto fome pelo turbilhão hormonal que ainda vivo do pós parto.

Anônima, 2 filhos, jornalista, 34 anos Desabafo Anônimo: Me sinto tão confusa, tão perdida. Há 6 meses fui mãe pela segunda vez. Experiência maravilhosa, de muita cura, principalmente por conta das dificuldades que passei na primeira experiência. Me sinto uma mulher completamente realizada em termos maternais. Ganhei 16 kg na segunda gestação e já perdi…

Ser mãe é guerra e solidão

Anônima, 1 filha, 32 anos Desabafo Anônimo: Olá! Este será o meu primeiro dia das mães com minha filha em meus braços e que turbilhão de sentimentos e pensamentos, reflexões, constatações e tudo mais! Abdiquei do meu trabalho, que inclusive era com gestantes e puérperas, para me dedicar integralmente à minha filha. Desde o princípio…

Maternidade: o véu que nos faz ficar invisíveis

“Um dia, quando eu lhe falava do que vivenciava como o desconforto de ser mulher, ele me disse: “Você não é a única, isso não a torna menos sozinha””. (Catherine Millot, sobre Lacan em ‘A vida com Lacan’) Texto de Renata Corrêa – 03 Junho 2018 – Autorizado para publicação aqui no site Imagem: Ellen Greene…

Quanto mais falam mais eu dou

Anônima, 1 filho. Idade: 32 Desabafo Anônimo: Meu bebê tem dois meses, desde que nasceu tem muita cólica dai só no colinho ou no peito que ele acalma; já ouvi tanta besteira que prefiro me isolar com meu filho, o que mais dói é própria família dizendo que meu bebê chora porque tem baixa imunidade…

São tantas informações

Cristiane, 1 filha,  fonoaudióloga Idade: 43 Desabafo Anônimo: Sim acredito que os bebês precisam de colo…. do peito… mas são tantas informações divergentes que as vezes ficamos sem saber que caminho seguir!!! Também queria colocar em questão o fato do local que o bebê deve dormir… no quarto sozinho desde o inicio ou a partir…

“A gente só aprende o que é amor verdadeiro quando…”

Já presenciei inúmeras vezes – e até mesmo proferi – essas palavras para dizer que só conhecemos o amor verdadeiro somente quando somos mães/pais. E como me arrependo disso! Não porque individualmente eu não possa sentir o maior ou menor amor do mundo pelos meus filhos. Isso realmente não vem ao caso. “Faz quatro anos…

Às vezes, é muito difícil

Bruna, 2 filhos, professora Idade: 29 Desabafo Anônimo: Meu bebê tem dois meses, desde que nasceu é um “chorão” (tem um pulmão limpinho rs), as pessoas (principalmente familiares, até meu marido mesmo) diz que tenho que deixá-lo chorar, que chorar não mata etc. Dizem que tenho que deixá-lo chorar, senão não faço mais nada. Não…

Não consigo amar as duas

Marcia Idade: 38 Desabafo Anônimo: Olá. Sou casada, mãe de quatro filhos… Sempre sonhei em ser Mãe e quando descobri que estava gravida sem estar preparada naquele momento …me senti a mulher mais feliz do mundo… Me senti plena, completa … Depois de 3 anos engravidei de novo fiquei muito feliz porque desejava ser mãe…

Pare de enganar seus filhos

fonte: https://ravishly.com/stop-gaslighting-your-kids SAM MILAM | 09.8.17 Nós vivemos em uma cultura que se orgulha de ser dura. Um constante bombardeio de “seja forte, engula o choro, não reclame” e “a vida não é justa” permeia a infância de muitas crianças. Quando uma criança cai no chão, nós dizemos “Levante, deixe isso pra lá! Você está bem!”….

Estamos cansadas!

Cida Chagas “Não vou mais lavar os pratos Nem vou limpar a poeira dos móveis Sinto muito Comecei a ler” Cristiane Sobral   As mulheres cuidam de todos ao longo de sua vida. Suportam pesadas jornadas de trabalho e distribuem o seu tempo com o trabalho remunerado e não remunerado. Aquele que não é pago….