Sinto que existo somente pra criar meu filho.

Nome, quantos filhos e profissão: Anônima, um filho, desempregada Idade: 29 Desabafo Anônimo: Estou cansada. Tenho 29 anos, um filho de 2 anos. Sou casada faz 4 anos e nosso filho foi super desejado e planejado. Porém, tudo mudou desde que nosso filho nasceu, uma criança que chorava praticamente o dia todo e à noite. Não dormia. Eu…

Todo o trauma de dar à luz me fez parar em um só filho.

https://www.theguardian.com/lifeandstyle/2017/mar/25/the-everyday-trauma-of-childbirth-made-me-stop-at-one-child *Tradução livre Polly Clark acredita que, para muitas mulheres, o choque do parto e suas conseqüências é semelhante à experiência de guerra, deixando-as à deriva e ausentes de maneira profunda – mas ninguém percebe. “Uma vez, na obstetra, eu vi um vislumbre de meus registros médicos que se deslocaram do carrinho para a mesa…

Meu verdadeiro eu

Francisca, 1 filho. Dona de casa e costureira iniciante. Idade: 28 Desabafo Anônimo: Arrasada. De corpo e alma. Mandei MSG pro ex. Quando me dei conta já tinha escrito. Não pedi pra voltar. Eu não combino mais no casal que éramos. Não me sinto mais a vontade em ser parte de um casal. Enfim… O…

Se pudesse voltar no tempo

Idade: 32 Desabafo Anônimo: Tenho um bebê de 6 meses e me sinto totalmente arrependida de não ter abortado. Penso todo dia, desde que descobri a gravidez, como minha vida estaria melhor sem ele. Eu tenho marido, família e amigos super presentes e situação financeira estável. Deveria estar feliz, mas a maior parte do tempo…

E isso é pouco?!

2 filhos, autônoma Idade: 26 Desabafo Anônimo: Cansadaaaaa Tenho ódio do mundo pq hj querer ser mãe em período integral é “crime”. Eu escolhi ser mãe e me sinto mal toda vez que me perguntam: “vc não trabalha fora?” Tenho vontade de chorar toda vez que escuto essa pergunta, me sinto mal por querer ser…

Eu fui reduzida a mãe de alguém

Anônima, 1 filha Idade: 18 anos Desabafo Anônimo: Estou tendo pensamentos suicidas. Tenho quase certeza de que tenho depressão pós-parto. Mas não posso conversar com ninguém sobre isso. Quero fazer terapia, mas não tenho dinheiro para isso. Preciso de ajuda. Eu quero morrer. Minha bebê é linda e a amo demais. Mas ela chora. Ela…

É muita sobrecarga

2 filhos, pedagoga Idade: 34 Desabafo Anônimo: Eu não sei mais nem quem sou. Minha vida, desde que o meu filho menor chegou, virou de ponta cabeça. Estou sempre correndo contra o tempo para dar conta de serviços da escola em que trabalho, de casa, dos filhos, da roupa, da comida, da escola deles, dos…

Estou numa gangorra de sentimentos

M., 1 filho, arquiteta Idade: 35 Desabafo Anônimo: Sou suicida e engravidei porque os antidepressivos inibiam o efeito do anticoncepcional (e o médico “esqueceu” de avisar). Parei de tomar os remédios por causa do bebê (causam má-formação), e hoje estou numa gangorra de sentimentos… O cansaço por cuidar de um bebê que não dorme à…

VEREDITO: NÃO MULHER, VOCÊ NÃO TEM DIREITO

VOCÊ mulher, mãe, decide sair de um relacionamento no mínimo infeliz. Sai da sua casa, com a sua cria e vai para um lugar novo para ter algum suporte e chance de recomeçar. O pai da criança fica 10 meses sem ver a filha, por vontade própria. VOCÊ espera durante 6 meses por um julgamento…

Quando olho pros meus filhos me vem força

Bianca, 4 filhos, dona de casa, 28 anos. Desabafo Anônimo: Temos quatro filhos juntos. Ele simplesmente promete que vai visitar as crianças e não cumpre, some por meses, já ficou dois anos sem vê-los. Quando aparece, só critica a forma que educo meus filhos. Quando acha que eu arrumei alguém, diz que vai tomar eles de mim, dou…

Me culpo por ter esses pensamentos porque amo minha filha

Anônima, 1 filha, 22 anos. Desabafo Anônimo: Engravidei sem planejar. A descoberta foi um susto pra nós e felicidade para a família. Minha filha tem 7 meses e faço a rotina do sono desde os 3 meses, porém de fato ela nunca foi eficiente. Ela tem sono no mesmo horário, mas não dorme a noite…

UTI Neonatal x Casa: a ambivalência de uma alta hospitalar

Olá a todos os seguidores desse espaço tão estimado, é com grande orgulho que publico esse post inédito. Ele foi escrito para celebrar o mês da prematuridade, diante da união da minha experiência com a prematuridade extrema- Maitê Maria com 23 semanas gestacionais- e intermediária- Lucca com 32 semanas estacionais-. Retirei e modifiquei algumas partes…