Não sei por onde começar

Anônima, 3 filhos, artesã Idade: 40 anos Desabafo Anônimo: Estou entristecida e decepcionada com meu desempenho na maternidade. Me casei em 1997 após 6 meses de ter conhecido o tal “príncipe”, na ocasião eu tinha 18 e ele 19 anos. Tínhamos tantos planos e desejos em comum que o pouco tempo de conhecimento não nos…

Eu só queria ter um tempinho para mim.

Anônima, 1 filha, 26 anos Desabafo Anônimo: Às vezes, tudo o que eu queria era um tempinho só pra mim. Tenho uma filha que amo mais que tudo, sou apaixonada por ela, minha pequena me tirou de um buraco onde eu me afundava cada vez mais. Ela realmente é um presente de Deus para mim….

Voa, voa passarinho!

Por Thais Cimino – 03 Julho 2018 Dizem que a gente cria os filhos para o mundo, mas eu não pensava que teria que deixar meu passarinho voar com as próprias asinhas tão cedo. Enquanto ela está ansiosa e feliz com o coração cheio de ilusões, eu estou guardando e engolindo o choro para não…

Maternidade nem sempre é linda.

Loh, 1 filha, contadora, 31 anos Desabafo Anônimo: Boa noite a todos! Bem, não sei bem como começar, me perdoe pela falta de correção em questão de acentos e outros detalhes ortográficos, mas não estou com paciência para tanto. Bem, tenho 31 anos, e sinto que minha vida é uma verdadeira desgraça. Tenho uma filha…

Sinto fome pelo turbilhão hormonal que ainda vivo do pós parto.

Anônima, 2 filhos, jornalista, 34 anos Desabafo Anônimo: Me sinto tão confusa, tão perdida. Há 6 meses fui mãe pela segunda vez. Experiência maravilhosa, de muita cura, principalmente por conta das dificuldades que passei na primeira experiência. Me sinto uma mulher completamente realizada em termos maternais. Ganhei 16 kg na segunda gestação e já perdi…

Ser mãe é guerra e solidão

Anônima, 1 filha, 32 anos Desabafo Anônimo: Olá! Este será o meu primeiro dia das mães com minha filha em meus braços e que turbilhão de sentimentos e pensamentos, reflexões, constatações e tudo mais! Abdiquei do meu trabalho, que inclusive era com gestantes e puérperas, para me dedicar integralmente à minha filha. Desde o princípio…

Maternidade: o véu que nos faz ficar invisíveis

“Um dia, quando eu lhe falava do que vivenciava como o desconforto de ser mulher, ele me disse: “Você não é a única, isso não a torna menos sozinha””. (Catherine Millot, sobre Lacan em ‘A vida com Lacan’) Texto de Renata Corrêa – 03 Junho 2018 – Autorizado para publicação aqui no site Imagem: Ellen Greene…

Quanto mais falam mais eu dou

Anônima, 1 filho. Idade: 32 Desabafo Anônimo: Meu bebê tem dois meses, desde que nasceu tem muita cólica dai só no colinho ou no peito que ele acalma; já ouvi tanta besteira que prefiro me isolar com meu filho, o que mais dói é própria família dizendo que meu bebê chora porque tem baixa imunidade…

São tantas informações

Cristiane, 1 filha,  fonoaudióloga Idade: 43 Desabafo Anônimo: Sim acredito que os bebês precisam de colo…. do peito… mas são tantas informações divergentes que as vezes ficamos sem saber que caminho seguir!!! Também queria colocar em questão o fato do local que o bebê deve dormir… no quarto sozinho desde o inicio ou a partir…

“A gente só aprende o que é amor verdadeiro quando…”

Já presenciei inúmeras vezes – e até mesmo proferi – essas palavras para dizer que só conhecemos o amor verdadeiro somente quando somos mães/pais. E como me arrependo disso! Não porque individualmente eu não possa sentir o maior ou menor amor do mundo pelos meus filhos. Isso realmente não vem ao caso. “Faz quatro anos…