UTI Neonatal X Casa: a ambivalência de uma alta hospitalar

Por Teresa Ruas – 12 Novembro 2017 Uma das maiores motivações internas que existe em pais de UTI Neonatal é que o dia da alta acontecerá, por mais que esse momento possa demonstrar- se, em várias situações, muito distante e, às vezes, bem improvável. De fato, preciso afirmar que nós pais já começamos a nossa…

Pesadelos, medo constante e flashbacks atormentam você depois do parto? Esses são alguns dos sintomas de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) no pós-parto.

“Descobri que meu parto havia sido feito com fórceps, e nada disso me foi informado(…)tenho sonho de ter um filho, mas só de imaginar tudo isso acontecendo novamente me desespera, tenho vontade de chorar, gritar… Passei noites sem dormir e não entendia o porquê, mas hoje eu sei.”    Relato anônimo sobre violência obstétrica “(…)…

Detestei a gravidez, era uma incubadora ambulante.

Anônima, 1 filha, Assistente Administrativa. Idade: 36 anos Desabafo Anônimo: Olá a todas! Descobri há 1 semana que estou grávida de 1 mês, tenho uma filha de 7 anos que amo mais que tudo. Esta segunda gravidez não foi planejada nem desejada. Depois de ter tido a minha filha, não quis ter mais filhos, detestei…

Todo o trauma de dar à luz me fez parar em um só filho.

https://www.theguardian.com/lifeandstyle/2017/mar/25/the-everyday-trauma-of-childbirth-made-me-stop-at-one-child *Tradução livre Polly Clark acredita que, para muitas mulheres, o choque do parto e suas conseqüências é semelhante à experiência de guerra, deixando-as à deriva e ausentes de maneira profunda – mas ninguém percebe. “Uma vez, na obstetra, eu vi um vislumbre de meus registros médicos que se deslocaram do carrinho para a mesa…

Nada é como antes

Idade: 33 Desabafo Anônimo: Venho lutando contra a depressão pós-parto ao longo deste último ano… dias tão difíceis e escuros. Às vezes, parece que não há saída. Nada é como antes. Eu não sou mais a mesma… tantas mudanças, sinto que estou perdida, talvez em um limbo, um espaço de tempo entre aquilo que já…

NÃO AGUENTO MAIS SER MÃE

1 filho, estudante Idade: 17 Desabafo Anônimo: Meu deus do céu, eu já não aguento mais! Minha história é bem complicada, tive depressão profunda e vários problemas, meu remédio cortou o efeito do anticoncepcional e pluft! Surgiu uma gravidez completamente inesperada e aos 17 anos de idade… Não tive a coragem de abortar, pois sabia…

Eu fui reduzida a mãe de alguém

Anônima, 1 filha Idade: 18 anos Desabafo Anônimo: Estou tendo pensamentos suicidas. Tenho quase certeza de que tenho depressão pós-parto. Mas não posso conversar com ninguém sobre isso. Quero fazer terapia, mas não tenho dinheiro para isso. Preciso de ajuda. Eu quero morrer. Minha bebê é linda e a amo demais. Mas ela chora. Ela…

Estou numa gangorra de sentimentos

M., 1 filho, arquiteta Idade: 35 Desabafo Anônimo: Sou suicida e engravidei porque os antidepressivos inibiam o efeito do anticoncepcional (e o médico “esqueceu” de avisar). Parei de tomar os remédios por causa do bebê (causam má-formação), e hoje estou numa gangorra de sentimentos… O cansaço por cuidar de um bebê que não dorme à…

Já passei há muito tempo do meu limite

Solitária, 1 menina, desempregada Idade: 35 Desabafo Anônimo: Preciso de ajuda! Estou quase enlouquecendo e não encontro ninguém que me entenda ou acolha. Tenho uma filha de 1 ano e um mês. Muito esperada. Tentei engravidar por 22 meses. Foram quase dois anos tentando ter um bebê. Fiquei muito feliz quando engravidei, mas a notícia…

Não sei criar uma criança

D, 01 filho, autônoma, 29 anos. Desabafo Anônimo: Com pais separados, na infância e adolescência sempre me senti órfã de pais vivos. Agora casada com 29 anos, mãe de um bebê que logo fará um ano, não sei o que fazer, eu acabo maltratando meu filho, não quero culpar a depressão pós parto que sei…

Sinto-me mesmo triste

Anônima Idade: 26 Desabafo Anônimo: Olá. Tive a minha bebê há quase 7 meses e estou super triste. Não tenho vontade para nada. Eu amo muito a minha filha mas só me apetece ficar sozinha, sem ninguém à minha volta. Não consigo deixar o meu marido me tocar, estou desiludida com ele. Sinto-me mesmo triste.

Sonho com a vida que tinha antes e choro de culpa….

Anônima, 1 filho, 35 anos. Desabafo Anônimo: Quando finalmente decidi ser mãe descobri que não seria fácil. Depois de 2 cirurgias e muito resultado negativo, acabei adoecendo… Trabalhava muito e a pressão para ser mãe culminaram em uma depressão e síndrome do pânico. Depois de 3 anos, quando havia desistido de ser mãe, engravidei! Foi…