Já não sei até onde eu aguento

Jéssica, 1, funcionária publica

Idade: 27

Desabafo Anônimo: É maravilhoso mas é tão difícil!
Sou mãe de primeira viagem de uma linda menina de 2 meses… e sou boadrasta de mais duas meninas de 10 e 14 anos. Sempre sonhei em ser mãe, mas não imaginava que era tão desafiador. Minha gestação foi conturbada pois eu estava doente e poderia perder minha pequena a qualquer momento ou ela poderia nascer com má formações. Graças a Deus ela nascer perfeita. Minha cesárea foi muito tranquila… mas ao chegar em casa, percebi que administrar uma criança em idade escolar, uma adolescente e uma recém nascida seria maior que eu. A mais valha tem TDHA e depressão… As amo, mas elas queriam tanto uma maninha, e agora em vez de colaborar, fazem barulho, acordam a pequena, me chamam a todo minuto e brigam sem parar. Pra ajudar estou com depressão pós parto… Tenho trauma de quando minha pequena começa a chorar por cólicas. Eu a amo e odeio vê-la sofrendo. Confesso que nesses momentos de crise já tive desejo de acabar com o sofrimento dela… atira-la contra a parede ou pica-la em pedacinhos… pensamentos tão monstruosos, que me deixam com medo de mim mesma. Mas como se eu a amo e quero vê-la feliz? O cansaço, as noites mau dormidas, as teimosias das entefilhas, a correria, a mudança na rotina, longe da faculdade, trabalho… é como se minha vida tivesse sido pausada e a dos demais tivesse continuado. Por vezes passo dias trancada em casa com ela. Quando ela mama ou sorri, é tudo tão lindo… mas quando chora, quando estou exausta… fica tudo tão difícil. Pra ajudar, em um dia desses bem difíceis, as minhas entefilhas estavam impossíveis, brigando, acordando a mana, enfim, eu sem dormir, a pequena chorando sem parar… peguei o chinelo e as puni, solicitando cooperação, uma parente que esta morando comigo, também adolescente, daquelas bem problemáticas que vive me dando dor de cabeça, em vez de me ajudar a cuidar das três meninas, ou conversar comigo, me denunciou ao conselho tutelar como “espancadora” de menores… Eu, que amo tanto minhas meninas, que vivo me doando inteira por elas… e então mais uma dor de cabeça, lidar com a ameaça de tira-las de mim por um episódio de exaustão e depressão. Minhas meninas estão em pânico pensando que o conselho pode as tirar de mim… Todos os dias me elogiam de como sou uma boa mãe pra elas… e eu que as amo tanto já não sei até onde eu aguento… sem sucumbir a essa depressão. Por enquanto sigo tirando forças nem sei de que parte de mim. As ajudando com os deveres, levando-as a escola e a atividades de lazer, cuidando a menor… que demanda o tempo inteiro… sim, aquela vidinha depende de mim pra tudo… o peito sangra, a mente cansa… estou tão exausta… E a culpa? nota baixa? a culpa é minha. Cólica na bebê? foi algo que comi… dei pouca atenção pra maior, não tive tempo pra do meio.. será que sou uma má mãe? ou até mesmo o monstro que a parente adolescente pintou?
Será que vou conseguir? é duro notar que não sou perfeita, por vezes não sou nem suficiente… que não dou conta embora esteja exausta, com fome e sem banho… sem esmalte nas unhas, sem hidratante na pele… será que fica mais fácil? será que vamos sair bem dessa?

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Ceci disse:

    Boa noite. Busque ajuda do grupo virtual de amamentação para acertar a amamentação e as moderadoras vão te ajudar com as cólicas.
    Você precisa descansar.
    http://maedehoje.com/2017/12/19/o-bebe-chora-o-que-a-mae-cala/
    Dá uma lida nesse texto e te digo: vai passar.
    Que tal diminuir suas tarefas? Buscar uma pessoa pra limpar a casa? Colocar as meninas em um transporte escolar?
    Abraço

    Curtir

  2. Pamela Miranda disse:

    Calma, que tudo isso vai melhorar com o tempo. Deixe a sua bb entrar na rotina, estipule uma rotina bem detalhada para a casa e obrigue-se a cumpri-la. Com 2 meses no máximo tudo vai entrar nos eixos. Quanto ao Conselho tutelar, não se preocupe tanto, eles não tiram as crianças de uma família assim tão fácil. Te falo por experiência própria, fizeram a mesma coisa comigo. E calma é a chave do seu sucesso, não tente dar conta de tudo, faça o que você consegue, o que vc se sentir bem. quando temos um bb pequeno em casa, sem outros filhos, já não dá tempo imagine com 3 filhas em fases diferentes. Não se culpe, não se sinta só, isso é normal e você vai passar por isso, se vc julgar necessário busque ajuda profissional. Se quiser conversar, me chama. Força que você consegue, mas um passo de cada vez.
    Forte abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s