“Deveria ter gritado, berrado”.

em

***AVISO DE GATILHO: ESTUPRO***

 

Debora

Idade: 38

Desabafo Anônimo: Aos 13 anos fui estuprada. À época contei para minha mãe, que agiu da forma mais machista possível “seu pai nunca pode saber disso. Senão, vai matá-lo”
Zero acolhimento.
Durante uma briga política com meu pai, explodi e contei que havia sido estuprada por um amigo dela. Suas falas foram “A gente confiava em você, te deixava livre porque confiava. Pelo visto, confiamos demais.
Quando eu questionei sobre confiança, dado que eu era criança, a resposta foi “deveria ter gritado, berrado”.
Nunca doeu tanto essa história!!!
Arrasada! Esperava tudo dele, surpresa, choque, mas não isso.
Sei que a culpa não foi minha, mas me sinto devastada.

1 comentário Adicione o seu

  1. vazio disse:

    tente se reconciliar com seus parentes e deixe o passado no passado para pessoas machistas tente mostrar a verdade e justica e tentarem te agredir chame a policia essas pessoas aprendem com erros

    palavras de qm passou a vida inteira vendo pessoas sofrerem e sem poder fazer nada

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s