Eu achava que merecia

em

Nome, quantos filhos e profissão: P., nenhum filho, autônoma

Idade: 34 anos

Desabafo Anônimo: Há 5 anos vivo um relacionamento incrível, ele é tudo o que eu poderia querer e esperar, mas as feridas do antigo não cicatrizam. Vivi um relacionamento longo, que começou na adolescência e foi até meus vinte e poucos. Quase ninguém sabe do que sofri, pois as pessoas acham ele ótimo. Sofri violência emocional, patrimonial, física e sexual. Quando pensam em violência física pensam logo em espancamento, mas os chutes embaixo da mesa, os beliscões para eu calar a boca, empurrões também contam. Quando falam em estupro pensam logo naquela cena horrível, mas me sinto que se tivesse sido estuprada por anos. Sempre ouvia que “iria procurar fora”, “você é frígida” (por não querer fazer coisas iguais aos filmes pornôs), deixava que ele fizesse enquanto eu chorava. Tenho transtorno de ansiedade social e depressão então eu não conseguia falar com ninguém, eu achava que merecia, que as coisas eram normalmente assim. Hoje faço acompanhamento com psicóloga, psiquiatra e sexóloga, pois sexo para mim é algo ruim, cruel, desconfortável e me sinto extremamente culpada se sinto prazer. Gostaria de poder abraçar e ajudar todas mulheres que passam por isso, pois é uma dor solitária e sem fim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s