Ele controla tudo que eu como.

em

Anônima, sem filhos, engenheira, 27 anos

Desabafo Anônimo: Não sei se estou em um relacionamento abusivo. Faz 4 anos que estou em um relacionamento e  há 1 ano moramos juntos. Nossa relação é muito tranquila em relação a vários dramas (ex. respeitamos a privacidade um do outro, não temos ciúmes, compartimos tarefas, etc.). Porém estou muito longe de me sentir bem e feliz.
Meu namorido me pressiona muito para eu emagrecer, ser ‘fit’ (atualmente tenho 60 kg com 1,58 m), ele controla tudo que eu como. Chegamos ao ponto de brigar no supermercado porque ele não compra NADA sem contar os gramas de açúcar, gordura e calorias.
Ele já chegou a esconder comida de mim, a dizer que tinha medo de sair comigo e os amigos e eu pedir um hamburger com batata frita. Ele chegou a brigar com a mãe dele porque ela me ofereceu cookies para comer. Os exemplos de situações como essa são infinitos, infelizmente.
Não sendo o bastante a obsessão com a comida, ele passa horas na academia e quer que eu também faça.
Pode parecer muita futilidade minha achar isso um problema quando tantas mulheres sofrem com abusos físicos, mas eu me sinto presa, não consigo me sentir feliz e ele tem feito eu odiar meu corpo.
Ele me chama de gorda o tempo todo, fala das minhas celulites e estrias, diz que sou flácida e que não tem mais vontade de transar comigo. Ele pega nos meus “pneuzinhos”, faz comentários como “quanta carne, que asco, que merda é essa”. Chegamos a ficar mais de dois meses sem transar porque ele diz que eu “não excito mais ele, mas ele me ama e quer que eu me sinta bem, por isso me pressiona para melhorar meu corpo”.
Eu o amo e, isolando esses fatores, nosso relacionamento é muito bom, mas ultimamente está muito difícil. Eu já abri mão de muitas coisas para estar com ele (ele não é brasileiro e agora moramos juntos no exterior) e atualmente estou no meio de um mestrado aqui e com um trabalho bem bacana na minha universidade (mas que não paga muito bem). Então, não é um escolha simples o “largar tudo”.
Ele tem um problema (agora provavelmente ortorexia, mas já teve bulimia na adolescência), mas ele não aceita que as obsessões dele com o corpo (dele e meu) são uma doença. Eu queria poder ajudá-lo, mas a única coisa que estou conseguindo é me ferir.
Não sei se meu relacionamento é tóxico. Acho que é sim, mas dói muito aceitar.

 

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Carla disse:

    Querida sinta-se abraçada, e não isso não é um comportamento normal da parte dele, e você não deve aceitar! Sim, é um relacionamento tóxico, sim você tem todo o direito de se sentir machucada! E honestamente sim, você ama ele, mas mais importante que qualquer amor pelo outro é o amor proprio! E ás vezes por amor a gente mesma, a gente tem que fazer escolhas dificeis a principio, mas libertadoras no final! Toda a sorte do mundo para você!

    Curtir

  2. Querida,
    Quem sou eu para julgar? Mas me parece tóxico sim.
    Você citou apenas os defeitos dele, você enxerga qualidades? Se sim, busque ajuda com um psicólogo, certamente, nesse quesito, o problema não é você, mas sim ele.
    Coloque limites nele em relação a isso. Converse de maneira franca e objetiva o que te incomoda. Seja forte, mostre pra ele que não se permite ser tratada desta forma.
    Se esforce para apaziguar essa situação, contacte um profissional, por amor. Se não tiver jeito, parta para outra! Lembre-se: Você é aquilo o que se permite ser, não entre na pilha dele.
    Fique em paz!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s