Eu não o amo mais

em

Jacke, 20 anos

Desabafo Anônimo: Oi. Sou a Jacke, tenho 20 anos. Quando era solteira, adorava viajar, ia à pra praia, saía com as amigas,  tive até uma banda na escola, só de garotas. Com 14 anos me amiguei  e ali achei que era o momento mais feliz da minha vida, mas não era. Fui morar com minha sogra e lá ela me falava que eu não podia estudar e eu sempre amei estudar. Eu achei que tinha o mundo na palma da mão, quando estava com um caderno e lápis na mão. Mas eu aceitei, estava brigada com minha mãe, eu era rebelde, sabe? Só eu queria estar certa. Esqueci de dizer, minha sogra e meu sogro mexiam com reciclagem e lá estava eu ajudando porque sempre me lembravam que eu morava lá de favor. Meu marido trabalhava numa cerraria, sempre chegava 8,9 horas da noite. Eu estava sem estudar e um dia vi um carro parando em frente de casa e saíram umas pessoas que eram do conselho. Eu fiquei super animada, mesmo. Eu ofereci um cafezinho e ali me falaram que eu precisava voltar a estudar. Detalhe: minha mãe foi atrás deles. Meu casamento não durou muito, separamos e, depois de oito meses, nos reencontramos e começamos a ficar escondido até que eu engravidei. Eu não havia contado pra ninguém sobre a gravidez. Fui novamente morar com ele na casa da minha sogra! Minha mãe não aceitava, ela queria me ver trabalhando e estudando.
Passaram 2 meses, eles estavam desconfiados por minhas ânsias e sintomas. Eu não havia parado de estudar  e continuei. Quando eu contei que estava grávida, meu próprio marido me disse “ não é meu!”. Eu disse “o que? eu ficava com você!”.  Mas, mesmo assim, continuei com ele! Nasceu Manu e ele, de novo com aqueles comentários, falando que não era dele porque ela era branca e tinha cabelo liso e ele era moreno. Hoje ela  está para fazer 4 anos, tem o cabelo bem cacheado e é morena, pagaram a língua !
Mas eu ainda estou casada,  com muito esforço terminei meus estudos, mas não arrumei emprego! Meu sonho é fazer Sociologia, mas hoje em dia meu marido pensa só nele. É sempre moto, carro e esquece de roupas, sapatos, tanto pra mim quanto para a Manu. Então, eu tenho que lutar pra arrumar roupa e sapato para minha filha. Eu tenho medo de deixar a casa e ainda não poder alimentar minha filha. Minha mãe quer que eu vá morar com ela, mas também não é fácil! Muitas vezes achei que eu tinha o mundo na palma da mão e hoje me sinto tão perdida! Não me arrumo, não tenho autoestima! Me ajudem, me deem um conselho! Eu não o amo mais, já são 6 anos. Me sinto tão velha! Tive problemas de saúde depois que minha filha nasceu e ele nem se importou e se importa! Com as contas eu não durmo à noite e viro pro lado, ele dorme tranquilamente! Eu não sei por onde começar a me reorganizar ! Não sei o que pensar!

 

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Gisele disse:

    Menina ruim sem ele , pior com ele, sério, vá para a casa de sua mãe, assim terá um teto e pelo que li voce é muito forte, então arregace as mangas e lute por voce por Manu e por seus sonhos. Voce ouvira reclamações de sua mãe aquela que pelo que li se importou com voce, com sua pessoa, então é hora de partir para uma nova etapa e lembre-se nada é facil e conquistas só veem atraves de lutas. Boa sorte.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s