Tenho nojo quando ele me beija, quando ele encosta em mim.

Anônima, 2 filhos, dona de casa, 37 anos

Desabafo Anônimo: Eu não aguento mais conviver com meu marido. Me humilha, me agride verbalmente e já me agrediu fisicamente. Não tenho do que reclamar dele em relação à casa, pois ele não deixa faltar nada, mas fora isso, deixa a desejar. Não gosta de sair comigo e nem com os filhos, quando sai, é só reclamação, patadas, etc.
Isso quando cisma de sair. Não sei mais o que é viajar, não sei o que é mais Dia dos Namorados, aniversário de casamento, nada. Ele só pensa em trabalhar, ainda assim para pagar as contas e se sobrar dinheiro é em beneficio dele somente. Ele só compra roupas pra ele, sapato pra ele, ele não pensa nem nos filhos. Às vezes, dou a sorte de alguém dar alguma roupa ou sapatos pro meus filhos. Quando consigo algum dinheiro, seja do PIS ou de algum bico, se compro uma cueca pros meus filhos, ele começa a reclamar, diz que eu tenho que botar comida dentro de casa e não comprar nada pra ninguém. Então, os meus filhos tem que andar igual a uns mendigos porque ele quer. E fora que ele adora se aproveitar do meu dinheiro também.
E o pior é a pessoa dizer que é cristã, que é boa pessoa, que ama sua família. Isso na frente dos irmãos porque dentro de casa é outra história. E quando tem briga, a culpa é sempre minha.
Bom, no final de 2016, eu me enchi dessa vida e acabei conhecendo um rapaz pelo bate-papo e nos encontramos. Fui simplesmente embora de casa, deixei meus filhos, mas iria buscá-los depois. Sei que fiz errado, mas eu não aguentava mais. Fui muito julgada por isso, pois fui para um lugar que era horrível de comunicação e ele, fingindo estar preocupado, fez um carnaval com meu nome nas redes sociais como desaparecida e espalhou pra todos os meus parentes o que eu havia feito.
Depois de um tempo, resolvi voltar pra casa e, a partir daí, por causa do que eu fiz, as humilhações dobraram, mas ele não é santo não. Ele elogia outras mulheres nas redes sociais porque eu já vi. Só que agora ele colocou senha no celular pra eu não ver, fora as pornografias que ele vê também.
Muitos dizem que eu estou tendo o que eu mereço, muitos “amigos” me viraram as costas, os “irmãos” também porque todos pensam que ele é bonzinho.
O rapaz faleceu há 1 ano, ainda sim, as acusações continuam, ele acha que eu tenho um monte de homem. Eu me arrependo de ter voltado pra casa.
Tudo que eu queria era arrumar um trabalho, alugar uma casa e sumir da vida dele por que eu não aguento mais conviver com ele. Tenho nojo quando ele me beija, quando ele encosta em mim. Se eu pudesse, ia embora, mas desempregada, vou fazer o quê? Não tenho ninguém por mim, aí tenho que viver nessa prisão porque é assim que eu me sinto. Eu o odeio.

 

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Amiga, pelo amor de deus, ARRUMA UM TRAMPO. Sério. Você não merece isso e nem seus filhos. Imagine o tipo de pessoa que eles podem ser se continuarem a ter esse tipo de coisa como exemplo. Se ame. E sai fora dessa casa

    Curtir

  2. Procure um trabalho ,e se livre deste traste.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s