Não me vejo com um transtorno desse

em

Aline, 1 filha, aux comercial

Idade: 33

Desabafo Anônimo: Fico o dia todo buscando uma solução para tirar a angústia que tenho dentro de mim.
Sempre fui taxada por muitos como uma pessoa problemática, sempre tive poucos amigos e com uma duração de no máximo 4 anos, poucos relacionamentos amorosos e nenhum duradouro. Mas até aí normal, até po que sempre percebi que tinha fases, fases mais alegres, fases mais divertidas, fases cheia de problemas e assim por diante, mas normalmente eu era uma pessoa feliz e de bem com a vida.
Eu engravidei de um namoro que eu não gostava e a partir daí minha vida mudou. Eu aceitei a gravidez e mesmo no meio de um “inferno” que virou minha vida, eu estava feliz e cheia de planos. A maternidade começou a pesar uns 10 meses depois do nascimento da minha filha, eu comecei a me tornar uma pessoa mais insuportável, brava, intolerante, infeliz, vitimizada… então busquei ajuda espiritual, tem me feito muito bem, mas não está bastando e cada dia que passa me sinto um “trapo”. Não tenho amigas, minha família evita muita conversa, eu me sinto sozinha e sem esperança. Busco mudar esse meu jeito, e quando acho que estou no caminho, alguém vem e diz que estou errada, apontam meus erros e isso basta para eu sentir essa angústia. Já pensei que poderia ser uma depressão pós-parto, mas ao mesmo tempo me acho tão forte para ser uma pessoa depressiva. Eu trabalho, cuido da minha filha, saio passear e mesmo não gostando muito da minha aparência busco sempre me arrumar e me alimentar bem, sempre tento fazer novas amizades, entrar nas conversas (embora seja sem sucesso). Às vezes penso que tenho mania de perseguição e fico supondo que as pessoas não gostam de mim, não querem minha presença e etc. Minha mãe disse que sou bipolar e preciso de um tratamento, mas não me vejo com um transtorno desse.
Queria tanto sair dessa, queria tanto ser feliz…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s