Como mereço

em

Anônima, 1 filho, do lar

Idade: 21

Desabafo Anônimo: Bom, estou com uma pessoa a quase 6 anos, temos um filho de 1 ano e 11, o tempo que estamos casados. Quando a gente namorava tudo era ótimo, ele era um namorado maravilhoso, paciente, muito atencioso a tudo, sempre brincalhão, tínhamos umas briguinhas bobas, por coisas bobas na maioria das vezes começadas por mim. Depois que casamos muita coisa mudou, nossas brigas agora são feias, nós gritamos, xingamos, quando a gente namorava existia muito respeito, hoje vejo que se isso se perdeu. Hoje às brincadeiras não são aquelas brincadeiras que eu gostava, na maioria das vezes sempre o acho idiota. Eu sinto falta de pedido de desculpas, daquela conversa pra acertar os pontos depois da briga, brigamos e depois ele vem falando comigo, me abraçando como se nada tivesse acontecido. Eu não trabalho, mas não me falta nada, nem a mim nem ao meu filho, mas tudo tenho que pedir a ele, as vezes sinto que ele se sente melhor porque trabalha. O único dinheiro que recebo que não vem dele é o bolsa família, minha mãe me dá no final do mês porque eu e ela estamos em um só, aí ele fica perguntando se minha mãe já me deu o dinheiro, e fala pra eu guardar que o dinheiro é do nosso filho. As vezes acho que ele não me trata da maneira como mereço, quando estamos bem, eu penso que apesar de tudo ele me ama, e faz tudo por mim, mas quando brigamos me sinto um nada, sozinha. As vezes ele não dá atenção pra algo que tô falando com ele, dá as costas e saí andando, tenho dúvidas entre estar em um relacionamento abusivo ou não… Ou se realmente eu não sei me impor, me posicionar, estou cansada de sempre chamar pra conversar e ele nunca reconhecer os erros, ou dizer que algo não vai se repetir e depois acontecer de novo. Nunca ouve agressão física nem me forçou a nada, mas estou cansada desse inconstante, muitas vezes eu penso que se trabalhasse, me separaria e seríamos só eu e meu filho, mas as vezes peso tudo e não queria que meu filho sofresse, ele o ama tanto, e eu também não tive um pai presente não queria isso pro meu filho, pois carrego essa tristeza dentro de mim até hoje, e sei o quanto isso influenciou em tudo na minha vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s