Luto doloroso

em

Tenho 3 filhos e sou dona de casa

Idade: 41

Desabafo Anônimo: Eu passei a minha vida inteira tentando ser aceita por minha mãe. Ela se casou cedo por ter engravidando do meu irmão mais velho e quando ele tinha apenas 3 meses de vida, ela ficou grávida de mim. Eu sei por familiares que ela culpava o meu irmão pela situação ruim que vivia. Agora imagina quando eu nasci.
Ela sempre foi rigorosa e muitas vezes usava de força física para nos punir. Semeou a discórdia entre mim e o meu irmão. Hoje somos meros conhecidos.
Mas eu só fui me dar conta desse relacionamento tóxico quando me tornei mãe pela primeira vez. Fiz uma viagem dentro de mim a procura de bons exemplos e sobre que tipo de mãe eu gostaria de ser. Descobri que eu não queria ser como a minha mãe. Muitas lembranças tristes que eu tinha deixado para trás como mecanismo de defesa vieram como avalanche e perduraram até agora. Já não moro com meus pais há 20 anos e recebi apenas um único e-mail da minha mãe há 10 anos. Nada de parabéns, nada de saudades da parte dela. Nunca recebi respostas pelas mensagens que eu enviei. Então aos poucos eu resolvi me afastar também, mas sempre me sentia culpada por me sentir tão magoada com ela. Sempre ficava aquela voz insistindo para eu buscar mais uma vez o amor e a aprovação dela. Mas neste último dia das mães eu aceitei que ela nunca será a mãe que eu sempre busquei, nunca me dará o afeto que muitas vezes procurei em relacionamentos vazios e inconsequentes. Eu estou vivendo um luto doloroso. Estou enterrando a mãe que eu idealizei por todos esses anos. Passei mais de 40 anos procurando respostas. Finalmente eu encontrei : sou órfã de uma mãe viva.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Ana disse:

    Essas angústias devido a relação de mãe e filha são tão comuns e no entanto são um grande tabu,não falamos sobre isso e nos sentimos culpadas. Isso porque “mãe” é sempre colocada em um pedestal, como se fosse um ser acima do bem e do mal. Porém elas são simples mortais como nós, serea humanos comuns que também erram,falham,mesmo que nunca admitam isso. Sinta-se acolhida, não se culpe, você não pode mudar ninguém além de si mesma, continue dando o seu melhor à vida que ela irá te retribuir por outros meios inusitados. Só quem perde é ela.

    Curtir

  2. GISELE disse:

    O que dizer, apenas que busque saber o porque dessa amargura de sua mãe, quem sabe ela transmitiu a voces o que ela recebeu, dos pais , da vida, voce conseguiu filtrar o ruim do bom para educar e amar seus filhos,e viu que o que recebeu de afeto e carinho não foram o ponto alto de seu crescimento então filtrou o bom e esse voce aproveitou, sua mae não teve o dicernimento para fazer o mesmo, já se perguntou se ela tinha sonhos que foram podados com as gestações, que ela seguiu adiante por principios, como foi a vida dela como filha, mãe, esposa, dona de casa, profissional, ai está o x de ela ser assim, procure saber mais e pessoalmente tenha uma conversa de mulher, mãe e filha com ela e se nada for resolvido pelo menos o que voce chama de luto se resolvera e fara voce perceber o porque dessa amargura da parte dela, Não enterre vivos esclareça as dificuldades e depois voce podera se afastar se assim for , com mais serenidade e tranquilidade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s