Eu nunca quis e não quero ser mãe

em

Tatiane, 1 filho, Encarregada de RH, 35 anos

Desabafo Anônimo: Nunca quis ter filhos, não gosto de crianças….Mas infelizmente, por um imenso descuido, a camisinha estourou. Tomei a pílula do dia seguinte e nada resolveu, começou o meu inferno! Estava grávida, e sozinha. Foi um parto difícil, quase morremos, mas estamos aqui.
Sempre trabalhei e minha mãe se encarregou de cuidar da criança enquanto eu trabalhava. E para piorar, ela o pegou como filho dela, educou e fez tudo do jeito dela, eu não tinha direito a nada perante a criança.
Hoje ele tem 9 anos, não me respeita, só faz o que que quer, usa fraldas!!!! Eu não suporto mais viver assim. Eu não quero essa vida pra mim.
Me mudei de casa com ele, pra ver se ele me respeitava como mãe. Faço tudo que está ao meu alcance, mas nada é bom o suficiente para ele. Eu nunca quis e não quero ser mãe.
Estou gastando um dinheiro que não tenho com psicólogos, devido a um erro que minha mãe cometeu com ele. Ele não cresce! Dentro da cabeça dele, ele é o bebê da vovó.
Gostaria de passar a guarda dele pra ela. Afinal, me desrespeitar, tirar minha autoridade de mãe pra ela é fácil. Mas custear os gastos do menino ela não quer, fica tudo nas minhas costas. Os gastos, os desaforos e a infelicidade de ter feito essa merda na minha vida.

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. Cinthia Ferreira Marinho disse:

    Ah, desculpa meu textão abaixo é que eu tbm precisava desabafar minhas angústias…

    Curtir

  2. Cinthia Ferreira Marinho disse:

    Não queria e nem poderia engravidar nesse momento. Por inúmeros motivos. Um deles é que estou desempregada,o outro meu marido tbm pq sofreu um acidente trabalhando em casa,na nossa obra e perdeu parte do dedo. Acha pouco? Lá vai: ele não trabalhava de carteira assinada,e não tem inss. No momento estamos praticamente dependendo da família,a nossa reserva de dinheiro acabou, e pelo menos consegui comprar o berço. Ah, e estou com problemas de saúde,iria começar um tratamento completo,mas tive que interromper por conta da gravidez. Minha vida está um caos,pq meu marido entrou em desepero e não tinha descanso,era chegar do trabalho e mexer na obra. A cabeça cheia de preocupações e em uma distração se feriu. Meu culpo todos os dias por isso,e ele se culpa por não ter dinheiro para arcar com os nossos gastos. Resultado: brigas, estresse. Eu tô cansada. Estou com em depressão. Ainda tenho que aturar comentários chatos de parentes, opiniões que não pedi e nem queria. Me sinto um lixo. Eu sempre tive vontade de ter pelo menos um filho,meu sonho virou pesadelo. Minha gravidez não foi nada do que imaginei. Se pudesse resumir a gravidez em uma palavra seria INFERNO. Passei mal a gravidez inteira! Vomitei tanto que fiquei várias vezes no soro com desidratação e desnutrição. Perdi peso, minha vida só foi estresse nesse ano e agora com 35 semanas que não passam nunca,me sinto com raiva do mundo, inclusive de mim por ter cortado a injetável e confiado em camisinha e a pílula de emergência, que usava quando estourava o preservativo. Lógico que acabou falhando. Enfim meu sentimento pela minha filha é um misto de carinho e rejeição,nem sei explicar. Estou no fundo do poço. Me sinto esgotada, de péssimo humor,sem esperanças e humilhada. Não queria estar vivendo isso. Não consigo dormir,comer sem passar mal, andar, não consigo mais viver direito. E esse pesadelo nunca acaba. Gravidez?? Nunca mais!! Acho que vou colocar um DIU. Nunca mais quero passar por isso de novo na minha vida. Chega, estou cheia de tudo

    Curtir

  3. Ceci disse:

    Você tem repseitado seu filho também?
    Ele é uma pessoa, um ser humano.
    Se ele ainda usa fraldas é porque está passando por alguma angústia. Isso provavelmente não foi culpa da sua mãe, mas sim das circunstâncias que causaram um trauma nessa criança, principalmente pelos pais não ter assumido as suas responsabilidades na época correta.
    Busque um psicólogo para ele mas também para você. Vocês precisam ser mais unidos do que munca se quiserem tratar os laços.
    Recomendo que você busque ler muito sobre como é ter filhos… Eles sempre desobedecer.
    Forte abraço.

    Curtir

  4. Larissa disse:

    Uma pergunta: por que quer viver com a criança sendo que a todo momento vc se dirige a ela como se fosse o maior erro de sua vida?? Ele tem sua mãe como referencia porque, provavelmente, o único bem que você deu a ele foi o dom da vida e bens materiais. Ele tem esses problemas psicológicos porque além da ausência paterna ele tb sofre com a ausência materna. Então, creio que o melhor a fazer é realmente passar a guarda para a sua mãe e deixar ela criar a criança como ela quiser. E outra: ela só fez esse “estrago” no seu filho porque você e o pai dessa criança permitiram. Você e o pai do seu filho não são vitimas de nada.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s