E o coração? Em pedaços, dilacerado, destruído!

em

Mariana, 0 filhos, fonoaudióloga

Idade: 32

Desabafo Anônimo: A dor de um aborto espontâneo vai muito além da dor física, da indução da dilatação para realização da curetagem…A pior dor de um aborto é aquela que se sente na alma! Um golpe duro que destrói um sonho em minutos.
Ao olhar para tela da ultrassonografia e perceber a ausência de vida do seu maior sonho, tudo desmorona. O seu coração para de bater junto com o daquele embrião, que você já chamava de “meu bebê”!
Ninguém consegue entender o quanto um aborto espontâneo dói na alma de quem o sofre… e por isso é tão fácil dizer “não fica triste, logo você pode tentar novamente”. São anos sonhando em ser mãe, uma vida de planos, nomes escolhidos mesmo não sabendo o sexo ainda, noites imaginando como seria o rostinho do seu bebê, a ansiedade de ver a barriga crescendo, e de repente um mar de sangue lava os seus sonhos!
A internação, a constatação, a notícia, o início dos procedimentos, a dor absurda da indução, mais um mar de sangue, a curetagem, o repouso pós procedimento…E o coração? Em pedaços, dilacerado, destruído!
E aí você ainda tem que contar para as pessoas que o seu sonho acabou, e que onde havia vida e alegria, agora só existe dor e tristeza, e um vazio inexplicável…
Um aborto espontâneo não tira apenas a vida de um embrião/feto… acaba com os sonhos de uma mãe, que morre um pouco também…!Eu me sinto morta!

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Lilian disse:

    Mariana, sofri 3 perdas gestacionias – 2 abortos retidos e 1 uma ectópica – passei pela dor da indução também, a dor na alma, na existência da gente acho que só a gente mesmo pode saber, tive ajuda psicológica para superar as perdas, mas mesmo assim é difícil, é como eu estivesse mergulhada num mar de tristeza, viver esse luto é realmente doloroso porque a perda gestacional é cercada por silêncio e incompreensão, a sociedade não o reconhece. A fato de um filho não nascer não quer dizer que ele não tenha existido, quando planejado ou aceito, o filho passa a existir no nosso coração e projeções de vida! Sinto muito por sua dor, procure ajuda para superar a perda e pensamento positivo para sobreviver a isso.

    Curtir

  2. Fernanda disse:

    Mariana, também já passei por isso, 3 vezes. Eu entendo, sei o que você está sentindo. Só posso lhe dizer que sinto muito pela sua perda.
    Procure ajuda profissional para superar essa dor, não sofra sozinha.
    Esquecer desse serzinho que virou anjo antes mesmo de a gente ter oportunidade de conhecer, a gente não esquece. O vazio fica mas, com o tempo, pode ser preenchido com o amor do seu companheiro, da família e de um novo bebê.
    Tenha fé, não desista! Deus tem maravilhas reservadas para você!
    Toneladas de amor, um beijo carinhoso e um abraço apertado e quentinho pra você.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s