Vou deixar de ser fraca e submissa

em

Camila, 3 filhos, casada e artesã

Idade: 29

Desabafo Anônimo: Olá, boa noite. É tanta coisa…..agradeço imensamente o espaço pra desabafar. Espero que Deus abençoe todos os envolvidos nesta obra.

Quando eu tinha 16 anos, me casei com ele porque meus pais iam embora pra outro estado e eu o amava tanto que nos casamos muito rápido, com 8 meses de namoro. Com dois meses de casada, descobri que estava grávida de gêmeos. Estava feliz, morava no quintal dos pais dele e dos tios dele, sentia muita falta da minha família mas a família dele me tratava muito bem. Logo tive as meninas, muito prematuras. Realmente foi um milagre. Nasceram com 1,5kg, tudo superado, graças a Deus.

Logo vieram as dificuldades, as máscaras caíram da família dele e dele também. Ele saía sem nos levar, mas sempre pedia desculpas e ficava tudo bem. Em menos de 2 anos engravidei do nosso terceiro filho. Como foi difícil aceitar! As dificuldades foram piores, ele recebia o pagamento na sexta e sumia. Voltava na segunda sem dinheiro e com mil desculpas. Passei fome com minhas meninas, grávida. Como a fome dói! Eu comecei a receber doações das igrejas, eu mesma ia pegar cesta básica, porque nem isso ele ia pegar. Por fim tive o bebê, com muita depressão. Meu pai veio em meu socorro e me levou pro outro estado, pra perto da minha família com meus três filhos. Fiquei 2 meses e voltei forte pra lutar por tudo. Ele sempre me ligava aos prantos, com saudades. Logo que cheguei o meu pior pesadelo: descobri que ele me traía na cidade que ele morava e pior, a amante ficou gravida ao mesmo tempo que eu descobri, no natal, quando peguei ele falando escondido no celular. Tomei o celular dele e ouvi ela dizer que o filho deles tinha nascido e que ele tinha que decidir o que ia fazer.

Eu queria morrer, ele foi pra lá com ela. Uma semana ficou lá e eu não sabia o que fazer, pra onde ir, nunca tinha trabalhado. Ele voltou, disse que era pra colocarmos uma pedra em tudo, recomeçar do zero. Nos mudamos e eu comecei a trabalhar, com três filhos e medo de ser abandonada sozinha com eles e amando muito ele. O tempo poderia voltar e eu sumir com meus filhos, mas não foi assim. Hoje com 12 anos de casada, ele realmente mudou como prometeu. Mas há 2 anos ele vem novamente com o comportamento de solteiro: segunda a sexta muito bom com a gente, no final de semana ele some. Colocou senha no celular, quando eu questionei, ele foi extremamente grosso em palavras.

Sei que não o amo mais, tenho repulsa quando ele deita do meu lado, não tenho alegria. Quando falo em separação, ele ameaça colocar as minhas coisas na rua, grita muito. Os vizinhos devem ouvir tudo que passo. Pela janela do quarto, há uma semana, vi ele colocando a senha no celular. Aí quando ele saiu a noite, deixou o celular em casa carregando. Fui lá e descobri que ele vem conversando com a amante que tem um filho dele desde o ano passado, O pior é que tem fotos dela com o filho dele também. Tem muitas fotos dela nua e de roupa íntima, vi o vídeo dela se trocando na frente do celular pra ele, vi também ele dando em cima de várias mulheres.

Neste momento estou arrasada, estou sem saber o que fazer. Estou tentando ficar calma porque tenho que saber o que fazer financeiramente. Estou desempregada a um ano, faço bebês Reborn pra pagar as contas e agora o pai dele, que sempre foi muito ruim comigo, está aqui em casa debilitado e nós estamos cuidando dele, pois nenhum dos filhos quer saber dele. Estamos vivendo com a aposentadoria dele. Por fim, é muita coisa, muita coisa mesmo na minha cabeça eu não sei como dar o primeiro passo. Mas eu desejo minha liberdade, espero por este momento, o momento em que vou deixar de ser fraca e submissa e lutar pela minha felicidade. Eu mereço ser feliz! Não sei como resolver tudo isso, não sei se devo salvar as provas do adultério dele nem sei se vai servir de provas pra alguma coisa. Ele não sabe que eu vi tudo isso, nem imagina. Agradeço novamente o espaço, espero receber algum tipo de ajuda, um norte pra seguir, só isso. Obrigada de coração!!!

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. raquel disse:

    As vezes a coisa mais difícil é seguir em frente. Você passou por muita coisa e sabe que vai passar por mais,não ama esse homem e ele nem ele te ama, você sabe disso a gente sempre sabe. Ele te usa, como disse a CECI, pra ser o que ele não é: Um apoio na família. Pega tudo o que você tiver de prova e junta. conversa com seus pais e depois da entrada em um processo de divorcio.
    Não anule sua felicidade em função de uma pessoa, sim é clichê mas pior do que lutar contra algo é se arrepender de não ter feito.
    Boa sorte na sua vida e felicidades

    Curtir

  2. Pamela Maria Maciel Lessa Miranda disse:

    olá Camila. Sinta-se abraçada. Salve tudo que puder e entre com o pedido de divorcio. Veja se seus pais podem lhe dar abrigo com seus filhos, e vai embora. Você tem o direito de ser feliz e o que você está vivendo tem nome, é um relacionamento abusivo. Seus filhos precisam de você forte e seu marido não te respeita. Esse clima de insatisfação não faz bem para seus filhos e principalmente por você. A Lei está ao seu lado. Existe a Lei Maria da Penha que engloba também a violência psicológica. Vai em frente. Você é mais forte do que imagina. Um forte abraço.

    Curtir

  3. Ceci disse:

    Você é uma moça muito jovem e já passou por muitas coisas ruins com esse homem. Para que continuar num relacionamento como esse? Não há mais amor, não há condição financeira, não há esperança de mudar porque ele mesmo já prometeu mudar e foi tudo da boca pra fora. O cara tem dois filhos fora do casamento. Minha opinião? Prepare tudo pra se mudar. Tudo mesmo. Salve as provas do adultério que conseguir, salve todas as provas de mais tratos que ele te dá. Grave os gritos e as brigas. Peça ajuda aos seus pais e compre sua passagem para um dia de semana. Faça tudo com calma e só leve o que realmente for necessário. Vá pra casa de seus pais, que ao menos são a sua família e devem lhe apoiar. Seu pai já lhe deu apoio uma vez, então não deve lhe negar esse apoio novamente. É no fim das contas você deve cuidar é dos seus filhos e não do pai dele. Eles nem merecem isso. Talvez ele só esteja com você para que você faça o que ele deveria estar fazendo: cuidando do pai dele e da família.
    Que Deus lhe abençoe.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s