O que falta é INFORMAÇÃO!

em

Iara, 1 filho de 1 ano e 5 meses, autônoma

Idade: 22 anos

Desabafo Anônimo: Quando meu filho nasceu eu fui para casa da minha mãe por alguns dias. No segundo dia ela me disse que eu estava com depressão pós-parto… Só porque chorei dois dias seguidos no mesmo horário. Não que seja errado ter depressão, é uma doença, mas eu nunca neguei meu filho. Pelo contrário, passava o dia com ele nos braços. Passaram-se alguns dias e sempre que eu ia visitar alguém eles me diziam: “seu filho fica muito grudado em você”, “você vai mal acostumar ele”, “ele só vai querer colo”, e eu não dava ouvidos a isso. Ele foi crescendo e eu amamentando-o normalmente e me diziam: “quanto mais tempo demorar pra desmamar pior”, “ele vai fazer teu seio de chupeta” e outras coisas mais. O que me incomoda é que essas pessoas que falam isso nem sempre são desconhecidos, na maioria das vezes são mães, avós e pessoas com quem nos importamos. O que falta é INFORMAÇÃO!

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Gisele disse:

    Amamente o quanto você achar que deve, dê atenção carinho amor, e o filho é seu quem está criando é você, não existe regras corretas p criar um filho alimentar, vestir, amar e ensinar o que você acha que é o seu correto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s