Não nos batemos como homem e mulher, falta calor

em

Anônima, 26 anos, 1 filha, empresária.

 

Desabafo anônimo: Olá, não sei nem por onde começar, carrego um bagagem muito pesada. Tive um grande amor de adolescência que por causa de briga entre nossas famílias, se tornou impossível de ficarmos juntos. E fomos nos distanciando, seguindo nossas vidas, até me apaixonei por outras pessoas, mas amar não. Só quebrava a cara. E um dia surgiu uma pessoa em minha vida que não tem nada a ver comigo, sempre achei desde o começo, só passava o tempo mesmo, mas não gostava nem do beijo, nem cheguei a ter relações com ele no início, então decidi largar. Porém esta pessoa sempre ficou tentando ficar comigo por 1 ano… Depois desse 1 ano eu já estava cansada da vida de balada e decidi ficar com ele, namoramos 1 ano e, em um imprevisto, engravidei… Para mim foi um choque porque não havia amor entre eu e ele, mas também não queria ficar sozinha, ainda mais naquele momento. Então, nos casamos e estamos há 4 anos juntos. Porém, tem sido cada vez mais complicado e insuportável para mim. Sei que ele me ama e é uma ótima pessoa, mas não nos batemos como homem e mulher, falta calor. Sinceramente, o momento de sexo é uma tortura pra mim e muitas outras coisas vêm se somando. A família dele se intrometendo, falando mal nas minhas costas, tenho vontade de chorar todo domingo que tenho que visitá-los, são invejosos demais… São tantas coisas que eu não vou conseguir colocar aqui, tem tantos detalhes… Meu marido trabalha na empresa do meu pai e eu também, mas acho ele muito ingrato, ele tem tudo do melhor, mas parece que anda insatisfeito, não vejo nos olhos dele que ele é feliz, muito menos eu… Quando converso com ele sobre a família dele, ele não me entende, me coloca para baixo e ainda me força pra ir vê-los, para sair com eles. Não consigo achar que a família dele é igual a minha e sei que ninguém é igual a ninguém. Quando eles nos ajudam, sempre jogam na cara, não fazem nada por amor, acham ainda que é obrigação do meu pai fazer tudo sozinho pela gente, enquanto eles não fazem nada. Por ele ser muito bonito fisicamente, falando ele se acha o cara, então, acha que no sexo é muito bom, porém não tenho conseguido nem mais fingir. E ele tem a capacidade de continuar forçando, isso que eu não entendo. Nossa filha é muito indisciplinada, principalmente, quando saímos. Ela quer dar um show, eu até consigo contornar a situação, mas ele não, fica nervoso e fica parecendo um louco ameaçando de bater nela em público, morro de vergonha. Somos jovens, sabe, temos a mesma idade. Às vezes, acho que falta muita experiência . Eu estou vivendo em constante dúvida, eu não amo meu marido como homem, mas amo passar um fim de semana: eu e ele assistindo filmes, saindo e é apenas disso que sentirei falta. Não sei o que fazer, se separo, se fico. Aquele meu ex sempre fica na minha memória, meu primeiro amor e tudo, mas acredito que não teria nem jeito mesmo, ele está para casar… E eu ter que ver isso estando com alguém tem sido um consolo… Mas é só isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s