A dificuldade de ter que cumprir o período de licença maternidade

em

Muitas mães sofrem antecipadamente com a volta ao trabalho após encerrar a sua licença maternidade. Mas há também aquelas que desejam imensamente que a licença termine logo, pois, gostariam de voltar a trabalhar.
Esse sentimento de querer voltar a trabalhar, geralmente, está presente entre as mulheres que são felizes e realizadas na atividade ocupacional que exercem. Entretanto, esse sentimento divide espaço com outro, que é o da culpa por querer voltar a trabalhar, enquanto poderia desfrutar desse tempo om seu bebê.
Não há nada de errado com a mãe que gosta de exercer sua atividade ocupacional, querer voltar a trabalhar antes de acabar o período de licença maternidade, não significa que a mãe não está satisfeita com a maternidade e muito menos que está rejeitando o bebê. É possível perfeitamente amar o bebê, querer ficar com ele, cuidar dele, mas ao mesmo tempo querer estar realizando outras atividades que não ligadas à maternidade.
É certo também que há mulheres que amam seus bebês, mas odeiam a maternidade. Esse sentimento para alguns pode parecer ser impossível, mas é completamente possível e ocorre até que com certa frequência. Para algumas mulheres, o ter que se dedicar exclusivamente ao bebê 24h por dia pode ser extremamente estressante. Quando uma mulher não tem filhos, sua rotina de vida é organizada em volta de seus mais diversos papéis sociais, tais como, ser esposa, amiga, filha, empregada, empresária, professora, aluna etc. Entretanto, quando essa mulher engravida e tem então seu filho(a), muitos destes papéis sociais ficam engavetados e a mulher passa a desempenhar apenas e quase que exclusivamente o papel de mãe, o que pode gerar sim estresse e a mulher pode sentir-se despersonalizada, pode não conseguir se encontrar enquanto mulher desempenhando apenas esse papel. Por isso, ela pode sentir falta de ter que ocupar novamente os demais papéis sociais pelos quais ela já estava acostumada a desempenha.
Nossa identidade muitas vezes é construída em cima de nossa profissão. Diante da pergunta “quem é você?”, uma das primeiras respostas é a informação de nossa profissão.  Portanto, a profissão tem um caráter muitas vezes intrínseco à pessoa, como sendo uma parte dela. Tirar uma mulher que ama o que faz para exercer uma atividade que não sente tanto prazer em realizar pode ser estressante, Desta forma, a mulher mesmo que amando muito seu filho(a), pode sim sentir o desejo de voltar a sua atividade ocupacional.
Fazer com que essa mulher tenha que ficar em casa exercendo apenas atividades maternas pode prejudicar a relação mãe-bebê, pois a mãe pode começar a se sentir infeliz e não conseguir entender o porquê está sentindo tais emoções e muitas vezes, perdida nesse sentimento, pode culpar o bebê por sua insatisfação. Precisamos dar espaço para que essas mulheres possam falar o que estão sentindo e acolher tais sentimentos. Não importa quem irá exercer a função materna, se é a mãe, o pai da criança, a avó ou uma babá. Para o bebê é importante que alguém cuide dele e estimule seu desenvolvimento. Sacrificamos muito nossas mulheres mães ao deixar toda essa responsabilidade única e exclusivamente para elas.  Portanto, se você mãe que está lendo esse texto se identificar com ele, saiba que não é a única, existem varias outras mulheres também com o mesmo sentimento que o seu e que nem por isso deixam de amar seus bebês.
Tente organizar seu tempo, para que você possa oferecer atenção ao seu bebê e também a você. Se for possível divida tarefas com outras pessoas tal como com o pai do bebê, por exemplo, assim todos participam da educação e desenvolvimento da criança e todos podem também seguir com suas outras atividades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s