Eu nunca vou deixar de ser o aborto que não ocorreu

A.P., nenhum filho, nada

Idade: 24

Desabafo Anônimo: Não importa quanto o tempo passe, eu nunca vou deixar de ser o aborto que não ocorreu. A verdade é que meus pais nunca me quiseram e eu só fui feita para agradar meu avô com câncer. Minha mãe havia abortado um bebê e então, para que meu avô tivesse um neto, eles me tiveram. Sei que minha mãe olha para mim e se lembra do pai dela, do homem que se foi por causa de uma doença terrível, sei que ela nunca me quis.

Eu nunca fui aceita e sempre fiz de tudo para que isso acontecesse. Eu nunca fui a garota que fazia balé e orgulhava seus pais. Eu até era inteligente, mas não estudava, tinha as notas mais altas de minha sala somente para ouvir que eu roubava as provas dos professores. As verdades sempre são escondidas e eu cresci ouvindo elas na cara: nunca iria ser bonita, nunca iria ser alguém, nunca teria o que eu queria. Não importa o tempo que passe, eu sei, sei que minha mãe nunca devia ter tomado os remédios para me manter em sua barriga, sei que meus pais seriam mais felizes sem mim. Meus irmãos? Eles sim são alguém que meus pais mereciam ter. Eu, eu não passo de uma merda que nasceu.

Garotos sempre vieram atras de mim pois sabiam que eu era fraca, nunca me amaram de verdade, nunca me acharam bonita. As meninas apostavam em quem conseguiria ficar comigo e eu não passava de um ponto de zoação.

Depois de tanto tempo eu tentei me reerguer, mas eu nunca consegui. Eu sei que não sou boa em nada, parei todos meus cursos pela metade, parei minha faculdade pela metade. Eu nunca terminei nada que eu gostaria e, para falar a verdade, nunca me empolguei com nada. Nunca fiquei ansiosa. Nunca fui atras de amigos ou família, eu sei que deveria ser solitária e me afastar do mundo.

Mesmo assim eu tentei, tentei o tempo todo provar que podia ser algo e até namoro. Mas eu não sirvo pra nada. Meu namorado, que era feliz, agora está em depressão e eu simplesmente não posso fazer nada. A família dele não me aceita, eu não passo de um entulho de lixo para a mãe dele. Não tenho emprego, não fiz uma faculdade boa, não tenho educação, não tenho beleza. E isso vem me consumindo. Eu não ligo para minha vida e queria poder fazê-lo feliz, mas mal posso ir até onde ele está. Agora a depressão o consome e a cada dia ele se afasta mais de mim, cada dia se exclui mais e eu sei, eu sei que sou o único motivo para fazer as pessoas infelizes.

Eu não aguento mais. Não aguento meu mundo turvo, não aguento mais pisar em espinhos dos meus próprios pés, eu nunca devia ter nascido e quero acabar com isso. Eu não me afundo sozinha, eu levo o mundo comigo e isso precisa acabar. Se eu for embora, então finalmente as pessoas ao meu redor podem voltar a florecer. Não?

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Ceci disse:

    Meu anjo fica o meu abraço solidario.
    Se eu pudesse te dar três conselhos hoje eles seriam:
    Busque um psicólogo e comece uma terapia.
    Leia o livro dos espíritos de Alan Kardec.
    Amadureça suas ideias, se feche com sua mãe e tenha uma conversa com ela de desabafo. Conte como você se sente, não fale sobre o que ela falou ou fez, apenas sobre como você se sente como pessoa.
    Volte aqui para contar sobre sua melhora.
    Um beijo

    Curtir

  2. Sran disse:

    Não mesmo!!!

    vc é importante, vc é especial!!

    faça algo por alguém, trabalho voluntário em algum hospital por exemplo…

    vc vai ver pessoas gratas a vc, e a sua existência!!

    procure ajuda psicológica, por favor!!

    Não se sinta aqui!! Estamos todas aqui para te apoiar!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s