Fui de estudante, viajante poliglota a mãe solteira

Laura 1 filho, educadora

Idade: 34

Desabafo Anônimo: Engravidei aos 32 durante uma bolsa de estudos de arte na Indonésia, de um ficante brasileiro de 24 anos. As cobranças da família para ser mãe e parar de viajar acabaram, mas o inferno começou. Voltei ao Brasil desempregada e ele também. Totalmente dependente da minha família, que adora jogar na cara. Ele, o pai, por sua vez, brigou com minha família e me levou pra morar num moquifo, vivendo de bicos. Eu sem ter onde deixar o filho pra trabalhar, ele sem ter como pagar as contas e ainda me desrespeitando como pessoa, tirou o chip do meu celular pra eu não falar com a minha família. Resumindo, fui de estudante, viajante poliglota a mãe solteira ( pois me separei, claro) dependente da minha família que nunca me ajudou com meus estudos e viagens. Morando com o irmão que já me agrediu fisicamente no passado. No momento ainda busco trabalho, deixei meu filho com minha mãe para trabalhar na Índia por um mês. Sofro por estar longe, sofro quando volto pro Brasil em crise. Me resta muito controle espiritual e esperar que as coisas mudem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s