Protegi meu corpo, minha vida, o meu eu!

Anonima, 28 anos, 2 filhos

Idade: 28 anos

Desabafo Anônimo: Sou mãe, mulher e profissional. Até aí tudo em ordem, só os problemas naturais do dia a dia.
Estive casada por sete anos, uma relação conturbada, cheia de mentiras e mágoas. Me sinto péssima, eu não consegui permanecer casada. Ás vezes é tão frustrante, porque a responsabilidade de dar certo parecia só minha. Fui agredida fisicamente e verbalmente muitas vezes, separei e voltei um milhão de vezes, era uma relação abusiva, até que um dia ele chegou bêbado e cheio de maconha na mente. Eu pedi que ele tirasse as coisas dele de casa e fui para a cozinha. Ele foi até onde eu estava, começou a passar a mão em mim, segurou minha cabeça e tentou enfiar aquela língua nojenta na minha boca. Eu relutei, estava fazendo gelatina, a água estava fervendo e ele ameaçou pegar a panela com água! Após tudo que suportei ele me deixaria deformada, com a pele derretida!

Não pensei em nada, peguei uma faca e acertei o rosto dele. Ele segurou minha mão, o corte foi mínimo. Ele saiu de perto, gritou meus filhos e disse a eles que eu queria matá-lo. Eu? Pediu ajuda para as crianças. Não pude acreditar no show que ele deu. Dessa vez eu reagi, dessa vez eu fui a louca, protegi meu corpo, minha vida, o meu eu! Ele foi embora, disse que eu assinei minha sentença de morte. Estou com medo e me sinto muito mal. Eu o feri e me sinto tão culpada…difícil prosseguir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s