Ter coragem para modificar aquilo que posso

Anônima, 1 filha

Idade: 24

Desabafo Anônimo: Tenho 24 anos e engravidei por acidente. Apesar de estar em um relacionamento estável, as coisas mudaram depois da gravidez. A nossa filha foi muito desejada por nós mas ele não parecia muito me desejar. O meu ex companheiro gostava era do controle que ele tinha sobre mim. E logo após o nascimento da Valentina começaram as agressões. Na verdade elas começaram bem antes mas eram muito sutis. Como diz a música sertaneja: o tempo passou e eu sofri calada. Pedinte de um amor que não existia, cheia de dúvidas sobre maternidade, peito doendo, noites sem dormir e etc. Me vi enlouquecendo por um relacionamento que não dava certo na qual a única prejudicada era eu. A vida dele continua a mesma, com emprego, casa, carro, mulheres bonitas. E eu mãe, totalmente presa a minha cria, desempregada, morando com a minha mãe, lidando com a mudança do meu corpo e cheia de dores emocionais e espirituais que ele me causou. Fico me perguntando e me culpando como deixei que chegasse a esse ponto. Minha intuição sempre esteve certa sobre ele: machista, misógino, mau caráter.
Enfim, tenho medo do que ele possa fazer com a nossa filha. Pois ela se tornará uma mulher e não quero que ela seja um objeto na mão de ninguém. Só me resta acreditar e entregar nas mãos de um poder superior ( será que existe?) ,ter coragem para modificar aquilo que posso.
Hoje fazem 2 dias que saí de um relacionamento abusivo. Hoje eu tenho 2 dias de vida e minha filha 1 ano e 13 dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s