Eu queria proteger meu filho de todo preconceito

Anônima, 1 filho, estudante.

Idade: 25

Desabafo Anônimo: Eu engravidei aos 18 anos. Assim que eu descobri a gravidez o pai do meu filho ficou super feliz e animado, na época ele tinha 27 anos.
Estávamos planejando de morar juntos antes do bebe nascer.
Só que quando eu tava com 26 semanas de gravidez eu descobri que o meu bebê não tava muito bem, a ultrassonografia dele tinha dado toda alterada e quando eu fui fazer o exame de sorologia para saber o que tinha afetado o feto, deu positivo para toxoplasmose. E aí começou o meu pesadelo, porque o pai do meu filho fugiu do problema e saiu totalmente de cena. Se antes ele já não era muito presente depois que eu descobrir a toxoplasmose ele se afastou totalmente….
Eu fiquei totalmente sozinha, graças a Deus eu tive apoio da minha mãe mas eu tive uma gravidez muito complicada porque os médicos falavam que o meu filho iria nascer morto, que o feto não ia desenvolver ou que se meu filho  nascesse seria um vegetal.
Eu tinha só 18 anos, estava desesperada, entrei em uma depressão profunda, emagreci demais passava, muito mal por conta dos medicamentos. E o pai do meu filho não me deu nenhuma assistência…. Era muita pressão, eu só queria que meu filho sobrevivesse aquilo tudo, foram quase 4 meses de muito medo! Ninguém me dava nenhuma Esperança… Mas meu filhotinho sempre foi guerreiro e em cada ultra ele surpreendia e se desenvolvia, até que eu entrei em trabalho de parto e ele nasceu prematuro. Mas totalmente saudável!!! Lindo!!! Nem os médicos acreditavam, porque na ultra ele estava com muitos problemas… Ele nasceu, mamou, dormiu comigo na enfermaria, um milagre! Foi um alivio para mim, eu queria tanto meu filhinho vivo… Já passaram 6 anos disso e só de escrever eu choro, porque foi um período muito difícil.
Hoje em dia ele é um menino especial e lindo! Por conta da toxoplasmose ele tem paralisia cerebral, mas é super saudável, sou muito orgulhosa, mas ainda tenho muitos medos dentro de.mim…. De como será o desenvolvimento dele, como ele vai ser na adolescência, só de pensar nessas coisas, meu coração aperta….
O pai dele hoje em dia nem procura, infelizmente ele não aceita a condição especial do filho, isso me mata tbm… Porque o próprio pai tem preconceito com filho…. O mundo é muito cruel e eu queria proteger meu filho de todo preconceito, de todo olhar torto na rua, de toda brincadeira maldosa, mas infelizmente não posso….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s