Foi uma fase terrível

Paula, 1 filho, assistente contabilidade

Idade: 32

Desabafo Anônimo: Eu tive depressão pós parto. Quando cheguei em casa da maternidade com meu filho, não sentia prazer em estar ali. Foi passando os dias e essa tristeza aumentava, não queria pegar meu bebê, só chorava, cheguei a comprar vários remédios de induzir ao sono para dar para ele, tinha pensamentos de doar meu filho, cheguei a ficar 4 dias sem dormir de tão anestesiada que estava. Eu não tive mãe para me ajudar. Primeiro filho, uma sobrecarga muito grande, pois há uma mudança drástica em sua vida e era somente eu, que nunca tive filho para aprender tudo sozinha. Foi muito difícil, procurei ajuda para tratar essa depressão e com ajuda de Deus passou. Mas foi uma fase terrível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s