Perdi meus sonhos, meus ideais, meu filho, minha liberdade…

M. A. S.,  3 filhos 10 anos, 3 anos e 2 anos. Costureira e artesã. 27 anos.

Desabafo Anônimo: Oi… depois de muitos desabafos lidos aqui… queria falar um pouco sobre mim… sempre me achei uma mulher resolvida, decidida, batalhadora e super independente… Pois bem, hoje me vejo numa realidade muito cruel, a qual eu julguei as mulheres que passeavam por ela e enchia o peito que nunca ia passar por isso…
Aos 15 anos engravidei, e tive meu primeiro filho aos 16… Dez meses depois, o pai do meu bebê me trocou… e eu tive que voltar para a casa do meu pai, este que não aceitava meu filho… foi uma luta muito grande… e eu venci, mais dois anos de idade meu filho veio morar comigo na casa do meu pai… e então a convivência ficou difícil… Eu era nova… tinha meus namorados… mas pro meu pai era inaceitável… Eu tinha que me dedicar somente ao meu filho e meu trabalho… Então resolvi morar sozinha, ganhava bem… então eu fui… com o peito cheio de esperanças de que amadora assim eu ia viver…
Morei eu e meu filho… por dois anos… até que eu fui despedida… aí as coisas apertaram, e um namorado que fazia muito pouco tempo que estávamos juntos, me ofereceu a casa dele pra eu ficar até arrumar dinheiro pra alugar uma outra casa… e aqui estou há cinco anos… desde então eu não me reconheço, perdi meus sonhos, meus ideais, meu filho, minha liberdade, minha religião, meus sonhos… e meu filho, meu marido bateu nele… e eu pedi para o pai dele ficar com ele até que eu conseguisse uma casa para alugar e sair daqui… pois bem, eu engravidei… e quando meu bebê tinha 11 meses, engravidei de novo. E então meus planos fracassaram… eu briguei… apanhei… fui e sou humilhada diariamente… por alguém que não me respeita… não me ama… e só me frustra, e toda vez que eu tento ser autossuficiente ele dá um jeito de atrapalhar tudo… pra eu ficar aqui… a sua disposição… faz dois anos que não vejo e nem falo com meu filho… fazem 5 anos que me sinto assim, e não sei como fazer pra sair disso… ele me ameaça… já me bateu duas vezes… me sinto um lixo… um nada… queria um colo de vez em quando, mas estou isolada do mundo. Dedico este desabafo a todas as mulheres que notarem algo de abusivo em suas relações… Fujam… O quanto antes… não esperem mudanças, elas não virão, não achem que filhos amolecem os corações… Eles apenas te prenderão mais e mais… e não abaixem a cabeça, não se sintam inferiores… isso só dará forças para os opressores.
Eu espero e peço a Deus todos os dia que meu filho um dia me perdoe… que essa ausência na vida dele não se torne um trauma pra vida inteira… Eu estou tentando… criando coragem para vencer as drogas.Com fé em Deus serei vencedora…
Por favor… Não me identifiquem…
Muito obrigada… muito mesmo.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Chris disse:

    Você já tem a vontade de mudar sua realidade. E isso já é um bom começo!
    Procure um serviço de proteção à mulher, assistente social, um serviço que possa te acolher e aos seus filhos até você se reorganizar para poder buscar seu filho mais velho.
    Não perca as esperanças. Procure ajuda para superar as drogas.
    Força pra você, pois não é fácil, mas é possível.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s