Não fosse minha filha eu não estaria aqui

M, 1 filha de 3 anos, dona de casa.

Idade: 26

Desabafo Anônimo: 365 dias pensando em morrer. Último dia do ano, sentada ao lado de minha filha, me culpando por tudo que deixo de fazer e poderia fazer por ela, estou aqui desabafando por querer morrer. Passei os dias pesando, pensando…as vezes penso que a vida dela seria mais feliz sem a minha presença que grita, briga, perde a paciência com uma facilidade absurda. Não bato, mas grito. Isso me esgota. Por outro lado, penso no sofrimento  que isso poderia causar e sei que ela não merece. Não fosse minha filha eu não estaria aqui. Meu marido trabalha, trabalha, trabalha. Em casa, se lava uma vasilha age como se tivesse feito algo absurdo. Passo meus dias servindo, mal e porcamente. Nao dou conta de mim, nao dou conta da casa e sou cobrada por tudo. Fazia faculdade e larguei porque morava em um lugar que nao tinha família ou creche pra me ajudar. Mudei esse ano cheia de esperança em voltar a estudar mas nada aconteceu. Minha filha entrou pra escola meio período, portanto não tenho desculpa pra estar parada, como ele diz. Tenho que trabalhar, mas por um salário mínimo não resolve, ele acha pouco. Então tenho que estudar pra concurso, pra vestibular, pra tudo. Mas não consigo. Não tenho foco, nao consigo reter informação. Parece que minha cabeça não funciona. Eu vivo uma grande mentira. Me sinto incapaz. Eu quero morrer. Meu marido passou o dia de cara virada pra mim. As vezes quero fugir, mas pra onde? Minha filha hoje parece ser a única coisa que nos une. Um dia ele ta super feliz, amoroso, preocupado…no outro esta com raiva, não conversa, não tem um gesto de carinho…eu sigo tentando, mas pra que? Eu quero morrer, mas nao tenho coragem hoje de causar tamanho sofrimento a minha filha. To perdida. Tô ficando maluca.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. maristela disse:

    Amiga,não se desespere ! Você provavelmente está passando por uma fase depressiva porque , à primeira vista, não conseguiu satisfazer seus objetivos. Você deve estar se sentindo sobrecarregada como se a vida a atropelasse… Mas tenha calma. Respire fundo quantas vezes for necessário. Ore a Deus e acredite piamente Nele, seja de qual religião for. Esteja em paz consigo. Acalme seu coração. Por mais nebuloso que tudo pareça agora, vai passar, acredite!
    Você também está se sentindo iuncapaz por estar pressionada por seu marido, mas ele lhe quer bem, quer que você reaja. Se fores estudar, lembre-se , no início toda caminhada é difícil mas vale muito à pena. Se não consegue se entusiasmar por você, PENSE MUITO NA SUA FILHA. O seu amor por ela dará alimento para a sua alma cansada, e no final de contas, independente do caminho que você trilhar ,ela estará contigo.A sua vida vale muito, senão você não estaria aqui.Esse momento de provação vai lhe tornar ainda mais forte. Você verá que tudo vai proceder para o seu bem.Tenha fé em Deus e prossiga na sua caminhada, ainda que devagar, ainda que um passo pequeno de cada vez. Que Deus lhe abençõe!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s