“Ser mãe é isso mesmo, tem que aguentar”

Idade: 18 anos

Desabafo Anônimo: Oi. Eu realmente precisava desabafar com alguém ou algum lugar que não me respondesse com um simples “ser mãe é isso mesmo, tem que aguentar”.
Bom, eu engravidei por acidente aos 17 anos. Não queria o bebê, nunca quis ser mãe. O pai queria muito, sempre quis ser pai. Bom, por uma série de razões decidi ficar com o bebê , mesmo tendo rejeitado muito.

Passei muito mal nos 3 primeiros meses da gravidez, emagrecendo 5 kg em 3 semanas, e levei até o fim da gestação só pra conseguir recuperar. Fora todos os outros sintomas péssimos e o parto em si. Durante toda a gravidez, o pai da criança me tratou muito mal. Queria me proibir de estudar, de sair pra qualquer lugar que fosse, de sequer falar com meus amigos e até a minha melhor amiga. Tudo o que eu fazia estava errado e recebia ameaças. Ele insinuava pra mim coisas horríveis (como puta) toda vez que eu me recusava a fazer algo do jeito dele. Me rejeitava, me fazia sentir péssima. Saía com os amigos e não estudava e nem trabalhava.

Agora minha filha tem 6 meses. E mesmo depois que ela nasceu, ele continuou assim.
Depois de terminar e ficar 4 meses separada, ele decidiu mudar e tem melhorado bastante. É claro que a maior parte das coisas sobra pra mim e é realmente bastante exaustivo. Mas ele tem se esforçado bastante pra me ajudar e me fazer sentir melhor.

De qualquer forma, existem muitos dias em que eu acho que vou enlouquecer. Que não aguento as poucas horas dormidas, não poder fazer mais nada na vida além de cuidar da casa e dela e ouvir choros e gritos por horas e horas. Dias em que eu preciso me trancar em outro cômodo por alguns minutos pra não surtar. E é muito bom ter esse espaço aqui pra poder contar tudo e não ser menosprezada.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Roxte disse:

    Eu te entendo moça. É difícil mesmo. Se acolha nesse momento. Se de carinho quando puder. Durma quando sua bb dormir. Logo isso passa. Primeiro ano é o mais difícil. Tenho 24 anos e três filhos. As vezes acho que vou enlouquecer, mas o tempo passa e continuo firme e forte e melhorando como mãe e ser humano aos poucos.
    Pode chorar e ficar com raiva. Somos humanas. Não é fácil não pensar no quanto a gente perdeu. Mas com fé em Deus a gente consegue pensar no quanto também ganhou.
    Amor desse não tem prazo de validade.
    Força pra ti sempre.
    Beijo 😉

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s