Comecei a ser espancada por ele

1 filha de três anos, 35 anos.

Desabafo Anônimo: O conheci há 13 anos atrás, me apaixonei, enfrentei todo o tipo de obstáculo, inclusive fome, pra crescermos juntos. No oitavo ano de relação, já morando juntos, comecei a ser espancada por ele mas ele sempre se arrependia e pedia pra voltar, chorava e prometia mudanças, eu como uma burra aceitava-o e todo aquele horror retornava.

Para ele as traições eram culpa minha, as humilhações e hematomas, tudo era causado por mim. Engravidei, fui trocada por outra já com seis meses de gestação, também fui agredida com oito meses e quase perdi minha bebê, dei queixa mas ele só foi posto em observação e proibido de chegar perto de mim. Tive depressão, perdi minha formação acadêmica no último semestre, perdi meu emprego, minha dignidade e hoje tenho que achar normal ele pegar minha filha de 15 em 15 dias para passar o fim de semana com ele e a amante.

Diferente do que todos dizem, não consigo achar natural e não acredito no amor dele por minha menina, acho mesmo que é apenas mais uma forma de me trazer dor e medo. Não consigo superar, não me vejo como uma mulher digna, tenho vergonha das pessoas e minha auto estima hoje é inexistente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s