Talvez seja esse o meu caminho, o caminho da solidão

Evangeline Desabafo Anônimo: Encurralada é como me sinto, apenas quero fugir mas sei que não consigo. Talvez não tenha vontade ou simplesmente não consigo me libertar das correntes nas quais eu vivo. Não quero parecer exagerada, mas no fundo sei que sou uma, estou a morrer aos poucos; não fisicamente, mas sim psicologicamente. Desde pequena…

Eu nunca consegui viver o luto desse parto roubado

30 anos. Desabafo Anônimo: Num grupo fechado de mães pediram relatos de violência obstétrica… coloquei o meu… Eu tinha 17 anos e nenhuma informação sobre partos. Fiquei desesperada ao completar 39 semanas e perceber um sangue melequento na calcinha. Minha mãe e eu corremos pro hospital; a enfermeira me JOGOU na maca e fez um…

Me sinto sozinha às vezes

TAINARA, não tenho filhos, não trabalho, 17 anos Desabafo Anônimo: Oi, tenho 17 anos. Mesmo com pouca idade, tenho muitos problemas. Tenho um namorado e amigos, mas não consigo desabafar com eles. Me sinto mal por ser assim, sou muito nervosa; qualquer coisa fico brava e começo a chorar. Meu namorado me proibiu de conversar…

A privação do afeto como recurso “educativo”

Por Luzinete R. C. Carvalho ( Psicanalista ) – 04 Dezembro 2016 Visão Clara Quando nos apaixonamos, quando amamos alguém, ou mesmo queremos bem alguém, procuramos conhecer seus gostos, suas vontades e suas necessidades. E sem que represente um sacrifício, tentamos corresponder aos anseios e desejos da pessoa querida. Tentamos nos mostrar interessados em seu…

Nada aplacava meu desespero

Katia, 38 anos. Tudo certo pra ela ter alta. Choque foi pouco… Eu gritava, eu gritava tanto… Nada aplacava meu desespero. Minha mãe tinha 63 anos, nova, bonita, vaidosa, mulher de Deus, lutadora. Fazia hemodiálise há três anos… Foi a uma consulta no otorrino e teve um infarto, foi socorrida rapidamente, internei-a, fez cateterismo e…

AFINAL, QUAL O LUGAR DA MATERNIDADE?

Certa vez, um amigo queridíssimo disse-me, em uma roda de conversa repleta de desconhecidos e em tom de descontraído, que só me encontrava grávida. Disse que eu trabalhava fora de casa, fazia um doutorado, era tão inteligente e, poxa, estava sempre grávida?! Pausa. É importante esclarecer que tive dois filhos com um intervalo também de…

A coisa mais difícil pelo que já passei

Mariana, gestante 28 semanas, cabeleireira assistente Idade: 25 Desabafo Anônimo: Engravidei quando meu parceiro resolveu parar de evitar e deixar acontecer.. agora ele sumiu.. ex marido dependente químico … eu devia ter parado de vê-lo qdo ele saiu de casa… To morando com meus pais e só pegam no meu pé, como se estivessem fazendo…

A minha autoestima é realmente baixíssima

Desabafo Anônimo: Eu sou horrível. Sério, eu não consigo ver essa beleza toda que as pessoas dizem que eu tenho, a minha autoestima é realmente baixíssima, raramente eu tenho aqueles dias em que eu digo “nossa, eu tô linda” hahaha. Parece meio ridículo, mas é a verdade… às vezes eu me pergunto o que meu…

Eu a amo, mas não tenho coragem de dizer

Desabafo Anônimo: Eu estou desesperada, eu não sei o que fazer e o que falar. Eu tenho uma amiga e eu a amo, mas não tenho coragem de dizer. E ela sofre de depressão gravíssima. Eu não posso estar na mesma escola, nem ir todo dia para a casa dela para ajudá-la, mas eu tento…

A escolha do obstetra pós perda gestacional

Por Thaisa Infurna – 05 Dezembro 2016 Não é segredo para uma mulher que pensa em engravidar que a escolha do obstetra para acompanhamento é de suma importância. Ouso dizer que é a decisão mais importante durante esse percurso com possibilidade de impactar positivamente ou negativamente. No caso de mulheres que viveram uma ou mais…

Penso no meu filho 24 horas por dia

Estrela triste, 44 anos. Desabafo Anônimo: Bom dia. Eu tenho um filho, ele tem 27 anos. Ele é morador de rua. Não durmo. Penso nele 24 horas por dia. Ele usa crack. Me culpo por isso. Ele era pequeno e eu tinha que trabalhar. Acho que tive parte de ele ser assim. Mas eu tinha que trabalhar para…