Precisamos de consciência…humana.

Por Ellen Senra – 22 Novembro 2016


Cá estou novamente.

Hoje para lhes falar de consciência.

No último dia 20/11 comemoramos o dia da consciência negra, dia que marca também a morte de Zumbi dos Palmares, um dos grandes líderes da luta pela defesa a liberdade e direitos dos negros (para saber mais sobre a história de zumbi clique AQUI. Todavia, me pego refletindo porque em pleno século XXI precisamos ainda lidar com preconceito racial e luta por direitos das pessoas baseadas em cor de pele, habilidades, sexo, ou por qualquer outro motivo absurdo que se possa pensar. Sim, é absurdo que ainda nos dias atuais exista quem pense que alguém vale menos em decorrência da cor da pele com a qual nasceu, especialmente aqui no Brasil onde a miscigenação existe desde os tempos da colonização. Me pergunto o que nos falta e aí vem a resposta: Nos falta CONSCIÊNCIA, mas não negra, parda, branca ou de qualquer colocação, mas sim consciência HUMANA.

Em algum momento da história algumas classes de pessoas foram taxadas de incapazes ou mesmo de escória, lixo humano, quando falamos nisso lembramos não só do racismo e da escravidão, mas também do feminismo e da luta diária dos direitos iguais. Acredito que no momento em que pararmos de pensar em cor, raça, sexo, poderemos perceber que a imagem que aparece no raio x não mostra cor, lembraremos que o sangue que corre nas veias de cada um tem o mesmo tom de vermelho. Nos falta empatia, nos falta propagar amor, nos falta pensar menos em sistemas de exclusão e nos lembrar daquilo que nos torna semelhantes, nossas dores, nossas ações, nosso esforço, nossa maneira de amar o outro, os de nosso convívio e também aqueles que nos comovem com sua história mesmo que a distância.

Minha sugestão de hoje é: Vamos amar mais, compartilhar mais palavras de gratidão, de perdão, pois não precisamos esquecer o que a história nos ensinou, mas também não precisamos reproduzir os mesmos comportamentos que essa mesma história já mostrou que de nada ajudou.

Viva a liberdade, vamos em busca da igualdade.

Sintam-se abraçados e até o próximo texto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s