Sou uma mãe que carrega o primeiro filho no coração!

Nayara Melo, tenho dois filhos, sou formada em Gestão de Projetos e hoje estou com 34 anos

Desabafo Anônimo: Sobre aquele que escorregou tão cedo do seu ninho!
O mês de outubro é o Outubro Rosa e é também o mês em que aqui nos EUA se traz à mémoria aqueles anjinhos que se foram tão cedo!
Nossa, não é fácil falar sobre isso…
Principalmente agora que ela estaria completando 7 anos de idade, sim eu tenho 3 filhos, o Davi, que foi o maior presente que eu poderia receber de Deus, um garotinho com uma alma e uma coraçãozinho tão fortes. Davi foi o meu perdão, foi aquele que veio e me disse que existe vida e que ela estará ali sempre pulsando, sempre existindo. E logo depois eu tive a Júlia, como eu engravidei dela é uma história tão maluca e não pessoal, eu não planejei ter os dois juntinhos. Júlia me trouxe a calmaria e a certeza do perdão e do motivo pelo qual Deus me enviou Davi e com ele uma força sem igual.
Não tem um dia sequer que eu não me pergunte, porque deixei meu ovinho azul escorregar do ninho tão cedo.
Sim, eu sou uma mãe que carrega o primeiro filho no coração!
E por mais que doa a palavra #aborto, sim eu sou uma mãe que sofreu e ainda sofre pelo aborto, ao mesmo tempo eu sou uma mãe que foi perdoada e acariciada por Deus.
Eu sou uma mulher que teve a segunda chance e a terceira oportunidade de ser mãe, e de dois serzinhos super especiais.
Eu não sou a favor do #aborto pelo mesmo motivo que não sou a favor dos julgamentos e das condenações!
Mas por causa da minha dor me aproximei de mulheres que haviam sofrido a mesma perda que eu, e que na maioria das vezes estavam se sentindo sozinhas, sem amparo, com medo da jornada que deveriam fazer!
De todas, não me lembro de nenhuma mulher com desejo assassino… Mas trago comigo olhares tão perdidos como o meu e um pedido de socorro na alma. Porém, com medo das repressões, REPRIMIRAM o pedido de socorro dentro da ALMA.
E uma parte de sua própria alma se foi em silêncio.
Nas circunstâncias da minha primeira gestação, eu me sentia sozinha e meio isolada de todos, me sentia sem apoio e tudo isso cooperou para que que o meu #ovinhoazul escorregasse do seu ninho. Mas a verdade é que isso de estar SOZINHA estava só dentro de mim. SEMPRE EXISTIRÁ pelo menos MEIA DUZIA de pessoas a sua volta DISPOSTAS a te ajudar.
ENCONTRE-AS!
Fale sobre a sua gestação, fale sobre as suas dores, fale sobre os seus medos. VOCÊ irá descobrir que eles são tão PEQUENOS diante do milagre da vida.
Tenho certeza que você irá encontrar pessoas super especiais que estarão do seu lado, que não irão julgar os seus medos. Mas irão abraçar você e sua dor. Irão te ajudar no que for preciso.
E quanto ao #aborto ele será sua escolha pessoal e individual.
PS.: Existirá sempre uma corrente muito grande e forte de mulheres que irão te ajuda. LEMBRE-SE: você nunca estará sozinha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s