Peço que não me julguem, não queria estar sentindo isso!

James. Professor. 40

Desabafo Anônimo: Assunto complicado e difícil de externá-lo com alguém. Tenho 40 anos e minha esposa está grávida de nosso primeiro filho. Demoramos muito tempo para decidir tê-lo, mas mesmo assim, sempre, sempre em toda minha vida imaginei ter um menino. Para ser meu amigo e meu parceiro, para eu poder ensiná-lo as coisa de homem (não sou machista, mas acredito que existam atividades para meninos, para meninas e para ambos).

Porém, após o ultrassom de 18 semanas descobrimos que é uma menina. Na hora fiquei sem reação, não sabia o que fazer nem o que falar, fiquei apenas com um sorriso amarelo e forçado em meu rosto, tentando fingir que estava feliz… mas não estava. E continuo assim. Sabe, foi um baita choque, um verdadeiro balde d´água fria, perdi toda a empolgação com a paternidade. Não queria estar sentindo isso, mas está sendo inevitável, estou fazendo um esforço enorme para mudar este sentimento, mas isso não sai de minha cabeça. As coisas estão tão confusas em minha mente, que ao final do dia sinto vontade de não ir pra casa.

Minha esperança é que a médica tenha errado em sua afirmação durante o ultrassom, e enquanto não chega o dia da realização do ultrassom morfológico, ficarei com essa angústia. Depois vamos ver o que acontece. Peço que não me julguem, não queria estar sentindo isso, mas precisava desabafar nem que fosse escrevendo e peço a Deus que me ajude a domar meus sentimentos.

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Renata Batista disse:

    Oi James.Eu e meu esposo optamos por não saber o sexo do nosso bebê até o nascimento.Tive uma menina,parto prematuro e de alto risco.Foi aí que tive certeza que era indiferente menino ou menina.Amor não tem dessas coisas.Tenho certeza que terá uma menina e que ao vê -la pela primeira vez vai sentir um amor que nem em sonho imaginou existir.Acalme seu coração e não se culpe,isso vai passar.

    Curtir

  2. Elê disse:

    James, seu sentimento é só seu e vc terá que lidar com ele. Espero que consiga superar este momento angustiante. Mas quero te contar um “segredinho” a relação de uma menina com seu pai é sem precedentes. Tenho um filho e uma filha e já pude comprovar esta mágica entre eles em casa e conversando com amigas que também tem filhas. Tenho certeza que irás lembrar disso daqui algum tempo. Boa sorte e parabéns!

    Curtir

  3. Carol disse:

    Não se culpe tanto. Muitas mães também sentem essa decepção quando esperam muito uma menina e vem um menino. Estamos errados em ter expectativas em relação aos nossos filhos, esta é apenas a primeira decepção. Muitas ainda virão não porquê os filhos são ruins, mas porque nós esperamos demais. Acredito muito que ao pegar sua princesa no colo no momento do parto tudo mudará e vc ficará apaixonado por ela e no passar do tempo encontrará uma maneira de se envolver com ela.

    Curtir

  4. Mafi disse:

    Eu senti isso tudo mas ao contrário, eu era a mãe, grávida, queria muito uma menina…e às 16 semanas soube que era menino. Me debati até ao final da gravidez, sempre com esperança que tivesse sido um engano. Também senti que deixei de estar empolgada, mesmo com o bebé pulando na minha barriga. Fui aceitando, mas sempre de pé atrás. No dia em que ele nasceu, momentos depois de ter saído de mim, eu percebi que o que estava no meio das pernas dele me era totalmente e completamente indiferente, porque a dose que amor que eu senti era tão grande que poderia ter sido menina que não teria amado mais e nem teria sido diferente! E eu só senti isso depois de ele ter nascido, não enquanto estava dentro da barriga. Hoje em dia ele tem quase 2 anos e é o meu mundo – azul e não rosa, como eu queria, mas não me imagino de outra forma e amo ele mais que tudo 🙂

    Curtir

  5. Suelen disse:

    James acho que seu sentimento é bastante comum apesar de poucos afirmarem, sempre temos uma preferencia. Temos esse tempo da gravidez acho que e tb pra que as coisas se assentem.
    Tenho certeza que você ira ama la se for confirmado mesmo que seja uma menina, meu esposo só aceitou a gravidez perto do fim e hj é louco por nossa filha.
    Se isso te incomodar muito sugiro que procure um amigo ou mesmo um psicologo ele com certeza sabera te ouvir e te apoiara.
    Receba um abraço!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s