Estou tão esgotada física e emocionalmente

1 filha, 29 anos, estudante de pós-graduação (doutorado)

Desabafo Anônimo: Meu puerpério foi o pior momento da minha vida. Meu marido passou a me ignorar depois que nossa filha nasceu, me mandou calar a boca ao me ver chorar de dor por causa da amamentação. Hoje nossa filha tem 9 meses e ele nunca faz nada conosco, não me ajuda em casa, não me apóia emocionalmente, não divide a responsabilidade em criar nossa filha, me trata com desprezo, me trai e acha que devo serví-lo sexualmente. Eu estou tão esgotada física e emocionalmente que me sinto sozinha num buraco escuro com vontade de dormir e não acordar mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s