Se você acha que depressão é frescura, leia!

Texto Desabafo da Camila de Genaro seguidora da nossa página no Facebook


Se você acha que depressão é frescura, leia! Vai ter textão sim!

Venho compartilhando mensagens de apoio ao setembro amarelo, que é uma campanha de combate ao suicídio. Tive alguns amigos que até se preocuparam comigo e vieram me perguntar se tava tudo bem, afinal de contas, eu perdi dois filhos, então teria motivos mais que suficientes para estar deprimida correto? ERRADO! Mig@ deixa eu te contar um pouquinho da minha história. Eu tive depressão sim, com surtos bipolares, tentei suicídio e foi mais de uma vez! Na época, eu tinha acabado de ter minha filha, passamos por poucas e boas, que quem tem bebê prematuro e é mãe de UTI sabe bem, e minha filha, como vocês sabem, sobreviveu, está aqui, com 9 lindos anos. Foram diversos traumas sim! Mas o pior acontecia dentro do meu corpo silenciosamente. As mudanças de hormônios pós gestação por algum motivo qualquer, não ficaram normais, mas quem liga? É normal a mãe ficar acabada no puerpério, ainda mais com o estresse que tive. Eu não liguei, ninguém ligou, é frescura. No auge dessa doença horrorosa que se agravou por um ano e meio, minha vida estava do jeito que muitas pessoas gostariam: pagava as contas, o marido trabalhava, eu cuidava da cria, tinha carro (financiado mas tinha) morava numa boa cidade (hoje voltei a achar Sorocaba uma cidade incrível), minha filha tinha muita saúde, o pai dela também…. Os únicos sinais que tive dessa porcaria era o ganho de peso desenfreado (30kg pra ser exata) e a sensação de que tava tudo errado, nada me agradava, nada me deixava bem…. eu estava com 20 anos…. Assim eu vivi por um ano e meio, até uma das crises explosivas, e foi só então que outras pessoas notaram, depois de ir parar no hospital…. obrigada mãe! Obrigada por me levar pra sua casa, por marcar médico, psiquiatra, e por pegar na minha mão e ir comigo. Eu não teria ido sozinha…. Do início e ajuste ao fim do tratamento, foram mais dois anos, onde ainda ganhei mais uns kilos, mas logo isso estacionou, e a vontade de viver voltou. Voltou tão forte que de la pra cá eu ja cansei de contar quantas vezes a vida me virou de ponta cabeça e eu estava la…. eu estou aqui, firme e forte. Eu passei pela maior dor desse mundo, enterrei meus filhos, sofro com isso todos os dias, voltei ao mesmo psiquiatra, que me recomendou viver o luto. Eu surtei alguns dias, surtei sim! Voltei a tomar remédios por cerca de um mês, me senti derrotada, a pior pessoa do mundo, mas passou. Meu psiquiatra me acompanha ate hoje, fazem quase 10 anos, e ele continua cuidando de mim. O próximo passo eh conseguir acabar com uma crise de pânico chata que ainda insiste em aparecer de vez em quando, mas ja vejo que estão cada vez mais espaçadas. Meu psiquiatra é meu anjo, me cuida, é um amor! Mas não acertamos de primeira, rodei por ai com alguns até encontrar o Marcos, e como eu disse, são 10 anos….. O Marcos é bom pra mim, mas pode ser que você não vá com a cara dele…. o que quero dizer, é que nesse caso, ele pode ser bom pra mim e ruim para outra pessoa, e isso é a pessoa quem decide…. Quero aproveitar para dizer, que eu estou bem…. dentro do possível né, sinto prazer em dar aula, em reclamar, em estar com minha filha, com meu companheiro, com minha família. Desenvolvi uma aversão a lugares lotados e numa reunião eu sempre vou tentar ficar perto da porta e me tornei um pouco mais antisocial. Mas é vida que segue, todos temos problemas e a intenção é sempre melhorar! Por tudo isso, sigo com a campanha do Setembro Amarelo! E não desejo essa doença pra ninguém! Note que, minha história somente vem provar que não existe motivo para que alguém se torne depressivo e uma pessoa com o cérebro saudável consegue enfrentar as maiores dificuldades que a vida pode impor, já uma pessoa com o cérebro deprimido pode ter uma vida boa e isso não muda nada! Porque tudo vai estar uma tremenda porcaria! Para finalizar, gostaria de pedir o que não deveria ter que ser pedido: não julgue! Não ache! Não aponte seu dedinho para ninguém! Ofereça apoio, conversa, abraço, presença! Ou se você acha que não da conta, sai fora! Porque de verdade, la no fundo, se a pessoa ta deprimida ela não liga pra você, e se você não vai ajudar, ja faz muito em não atrapalhar! É isso, beijos de luz pra vocês que leram até aqui!

#setembroamarelo #issotambempassa #respirainspiranaopira

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. sandra disse:

    querida vc e uma guerreira tenha fe tenha força eu ambem tenho depre porem n faço acompanhamento nem tomo medicaçao cada dia e uma luta nova mas vou vencer tenho fe querida

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s