Quero acabar com essa angústia logo

Jade, primeira gestação, desempregada

Desabafo Anônimo: Completei 19 anos na última semana, estou em completo desespero pois descobri que estava grávida há pouco tempo atrás, já com 13 semanas, e fiquei com muito medo de tentar interromper a gravidez. Arrumei 4 comprimidos mas até agora dia 20/07 não tomei embora tenha todos os motivos para o fazer. O genitor é 10 anos mais velho que eu, já possui um filho que abandonou, mora de favor na casa da mãe onde tem as roupas lavada pela mesma.

Nada encantador né? Para mim parecia quando o conheci, com 13 anos, foi com ele que tive meu primeiro relacionamento sexual, aos 14 anos, e namoramos durante um tempo, sempre indo e voltando, um montanha russa de sentimentos. Sei que gosto dele como pessoa, até gostava como parceiro, até começar a perceber na furada em que fui me meter namorando somente ele minha toda a minha adolescência. Me separei dele com 18 anos, e num reencontro transamos despreparados e aconteceu.

Ele diz que quer voltar e formar uma família, pois pra ele é fácil não estar no meu lugar e ser o provedor enquanto eu me encontro psicologicamente abalada, fisicamente cansada e financeiramente zerada. Moro de favor na casa da minha irmã que já tem um filho e vive num relacionamento abusivo com o pai do filho dela, que já tentou abusar de mim, me acariciava enquanto eu dormia e tirou fotos impróprias minhas sem eu saber. Não tenho pra onde ir a não ser a casa do meu ex namorado, a mãe dele gosta muito de mim, eu também a adoro e toda sua família, sou bem recebida por todos, mas ele me deixa final de semana pra beber com os amigos, não me provem o dinheiro que preciso (o básico, nem passagem), me pede pra trocar de roupa quando acha que ta curta ou se incomoda, reclama do meu cabelo, nunca da credibilidade quando falo algo inteligente, da pouca ou nenhuma atenção quando começo a questionar algo. Culpa meus hormônios, sentimentos e diz que estou muito explosiva, mas na verdade ele é que não tem paciência e não quer simplesmente se importar pois já tem os próprios problemas, como se fosse o único ou os meus não importassem, ele fala do dia dele o tempo todo e pergunta pelo meu por educação mas não escuta.

Me sinto sozinha, desamparada, não tenho a quem recorrer financeiramente, minha família não pode me ajudar se eu não arrumar um emprego vou depender somente dele e não quero isso. Ele diz que vai alugar uma casa e assumir com as responsabilidades mas não acredito, ele quer que eu aborte, diz que se eu não criar o bebê do jeito dele vou criar sozinha, que vai registrar com o nome que ele quiser, me amaça por na justiça e pegar a guarda se eu não ficar com ele. Tenho muito medo do que vou sofrer de agora em diante, me sinto prisioneira, quero gritar e chorar o tempo todo. Quero acabar com essa angústia logo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s