Lembro bem de minha infância…

Anônimo, 32 anos

Desabafo Anônimo: Lembro bem de minha infância: minha casa sempre foi cheia de primos e minha mãe cuidava deles para que minhas tias pudessem trabalhar. Minha mãe não trabalhava fora pois havia sofrido um acidente e perdido a visão de um olho.
Um primo meu, que sempre ficava em casa com a gente, um dia brincando comigo de boneca resolveu que eu seria a boneca! Eu estava doente, com pneumonia, mal conseguia respirar por conta da tosse e dor no peito e ele, que é até mais novo que eu, tapou minha boca com a mão e montou sobre mim e começou a se esfregar…minha mãe entrou no quarto nessa hora e deu uma surra nele. A noite quando meu tio (irmão da minha mãe) e a esposa foram buscar meu primo, perguntaram o motivo da marca vermelha na cara, minha mãe contou mas, nada foi feito a respeito, nem conversado e nem explicado para nenhum de nos dois… e continuamos sendo criados e mantidos na mesma casa até a adolescência.
Mais velha, já com 17 anos, fui morar na casa da minha vó para poder estudar… nessa casa morava minha vó, minha tia, a irmã desse meu primo que descrevi acima e o pai desse meu primo, meu tio no caso. A casa tinha 2 quartos, um para meu tio, e outro para nós, com três camas de solteiro. Todas as noites deixávamos 1 cama de solteiro para minha vó e amarrávamos os pés das outras duas para que eu, minha prima e minha tia pudêssemos dormir. Uma noite, acordei no meio da madrugada com meu tio, bêbado, tentando enfiar os dedos dele em mim… eu era virgem! Com medo de minha vó passar mal se eu fizesse um escândalo, me mexi na cama ainda fingindo estar dormindo, para ele tirar os dedos de mim, ele aproximou o rosto do meu, para ver entre meu cabelo se eu estava dormindo e saiu. Na manhã seguinte, contei para minha tia, irmã dele, o que tinha acontecido, ela não acreditou. Ainda em choque, fui para meu curso de enfermagem e meu melhor amigo me convenceu a contar para minha mãe que, por sua vez, também não fez nada, só disse para eu pegar as minhas coisa em ir pra casa do meu irmão. Dias depois, tive que escutar dela que a culpa do que tinha acontecido era minha que dormia de roupa curta mostrando a bunda.

Ela e meu pai nunca fizeram nada a respeito e até hoje, tratam meu tio como se nada tivesse acontecido… e ainda acham que eu sou errada por evitar ele. Um primo meu que mora fora do pais e é homossexual assumido disse para minha mãe que esse mesmo tio o violentou quando ele tinha 5 anos, hoje ele tem mais de 40… e ninguém novamente fez nada a respeito.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Ana disse:

    Tbm passei por essa situação
    Me lembrei como se fosse comigo
    Me deixou uma marca q parece q não sai

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s