Sou sempre eu a má!

Patrícia/ 2 filhos/ Empregada doméstica/ 36 anos


Desabafo Anônimo: Olá, a minha família é muito pequena: mãe, pai, mano e avó. Casei e me entreguei de corpo e alma à família do meu marido, mas recebi comportamentos estranhos. Tudo que eu fazia a minha sogra me criticava negativamente, e quando eu não fazia, ela se fazia de vítima e falava que eu não ajudava. Falo de trabalho, colaboração em casa, as cunhadas, amigas mas tentavam esconder-me vários assuntos onde eu entrava e que sogra não contava o real, a posição do marido é que eu tinha razão mas para deixar para lá, pois eram mentalidades, entretanto nasceram bebês que já tinha sobrinhos de dez anos pára cima, eis que em situações de convívios não nos convidavam e havia sempre desculpas quando era descoberto por nós! Hoje estou à porta do divórcio, marido diz deixa para lá e eu sinto que estou a não ser reconhecida, sofro bastante e quando sinto que se tem que ter frontalidade, o marido é zero sou sempre eu a má ….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s