Não aguento mais chorar escondida

Lu


Desabafo Anônimo: Olá! Não conhecia esse espaço, e graças a Deus, tê-lo descoberto foi uma pontinha de luz no meu dia! Imensa gratidão!

Acabei de fazer 24 anos, estou morando há um ano e meio com meu namorado e temos uma relação que era um pouco conturbada e agora é que tem se acalmado. Meu namorado é onze anos mais velho que eu, autônomo, sua família mora no Espírito Santo e ele mora aqui sozinho há muitos anos. Já há alguns meses tenho perdido a libido, feito sexo por obrigação – por mais que eu goste de fazê-lo, não tenho sentido vontade mesmo, e isso tem afetado muito nossa relação, pois ele sente um tesão fora do normal. Ele fica o dia inteiro querendo, me acorda todo dia de madrugada, fala sobre isso o tempo todo e fica triste e emburrado quando eu nego sexo. Sinto como se estivesse sofrendo uma pressão sexual, e quanto mais me pressiona, menos vontade eu sinto. Estávamos nos programando para mudar pro Espírito Santo pra passar um tempo, já que acabei de me formar na faculdade e estou desempregada e lá ele tem tido mais segurança quanto aos serviços que aqui, mas eu tenho o azar de detestar meus sogros. MESMO, muito. Eles são muito chatos, sem limites, sem respeito, machistas, dois “pamonhas”, e eu sou uma taurina com ascendente em touro teimosa e sem cerimônias pra falar o que acho. Já tenho andado muito triste e confusa por causa do meu relacionamento esfriando, dos meus sogros chatos, da dúvida quanto à mudança e principalmente, por estar há um ano desempregada, o dia todo em casa. Meu namorado também trabalha em casa, ficamos o dia todo juntos e ele pensa que eu deveria passar o dia arrumando casa enquanto ele fica na internet, mas eu não tenho paciência pra isso, arrumo aqui e ali, mas não fico o dia inteiro faxinando. E no meio dessa bagunça toda, surpresa: estou GRÁVIDA! E sei que pode parecer muita chatice, mas não gosto de crianças! Não consigo achar fofinho bebês, nunca quis ser mãe, não tenho esse sonho! Descobri há três dias e passei os dois primeiros desesperada chorando e pensando em abortar. Meu namorado está muito feliz e tenta o tempo todo me deixar segura e tranquila, e tenho realmente me esforçado para me sentir assim, mas não estou conseguindo. Estou triste, de luto, pensando no mestrado que queria fazer e que vai atrasar, pensando no emprego que vou ficar mais um ano sem arrumar, me sentindo fraca e um monstro por não estar feliz. Pedi à minha mãe para guardar segredo sobre minha gravidez por 15 dias e ela não respeitou. Já contou pra família inteira e quando vêm perguntar se estou feliz e digo que não, me acham um poço de maldade. Dizem que não posso falar isso, que tenho que ficar feliz sim, que não posso reclamar. Mas a verdade é que eu não consigo nem pensar em ser mãe, em amamentar, em ter uma barriga enorme, em não poder fumar meu paieirinho amigo. Meu namorado sempre sai e me deixa sozinha em casa muitas horas, vai de carro e – ops, sem querer!, leva minha chave me deixando “presa”. Ultimamente tem andado ciumentíssimo, do tipo que olha dentro da minha roupa e levanta meus cabelos pra ver se tenho marcas quando volto da casa dos meus pais ou quando voltava da faculdade. Ele trabalha, mas é bem corpo mole, estamos hiper endividados, íamos entregar a casa e passar uns dias na casa da minha mãe até decidir se íamos pro ES ou não e agora tudo já ruiu. Desde que descobri a gravidez, há 4 dias, estou muito agressiva, estressada, sem saber se quero continuar com isso tudo, ou largar tudo, abortar, mudar de cidade, país, me enfiar dentro de uma caverna e não sair de lá nunca mais, estou desesperançosa, já me vendo gorda, velha e triste na vida. Não sei mais o que fazer. Estou de quase dois meses. Não aguento mais chorar escondida e pensar que minha vida acabou. Não durmo direito mais, não consigo parar de fazer falta de educação com meu namorado, não quero nem fazer comida mais… Não sei o que fazer!

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. raquel disse:

    Poxa… que barra. Sinta-se abraçada. Acredito que tem muitas questões ai, principalmente com seu namorado… gostaria de poder te ajudar, mas nem sei o que dizer. Te desejo força!

    Curtir

  2. Clara disse:

    Entendo o que você está passando e é perfeitamente normal. Não se afaste de seus pais nesse momento.
    Abs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s