“Me roubou meu dia das mães por vingança!”

Por Thais Cimino – 08 Maio 2016


Hoje é dia das mães. Felicidade. Abraços. Flores. Amor. Dia de comemorar ao lado dos filhos amados. Dia de curtir, ser mãe é lindo! Como é maravilhoso esse dia tão feliz que nos faz lembrar que …

Espera… Estou aqui na minha casa, preparando o que vai ser publicado hoje no dia das mães, estava sem muita ideia do que escrever, do que iria publicar no blog e no Facebook para mostrar a realidade do que é ser mãe.

Nesse meio tempo, recebi uma mensagem de uma mãe. É dia das mães. Penso: ela deve ter vindo desejar um feliz dia das mães. Feliz dia das mães??

Avó: Ele [filho] não melhorou ainda e eu não posso ir contra a decisão da mãe. Me desculpe. Eu ajudo vocês com as crianças e faço com muito prazer mas não posso interferir nas coisas entre vocês.

Pai: Não quero saber é meu fim de semana com eles e vou pega-los independente de qualquer coisa nem que eu tenha que ir com a polícia, ela que não faça graça comigo eu posso muito bem cuidar deles. É que sua filha me tira do serio só isso.

Avó: Fique calmo pois ela somente está cuidando da saúde dele, isso é normal nesse momento. 

Pai: e outra coisa, eu não preciso da permissão dela só preciso avisar, ela se acha demais e eu lixo.

Avó: Você tem que se acalmar pois somente com calma poderemos resolver as coisas. Pense nos meninos, eles já presenciaram muitas brigas.

Pai: eu to calmo, até demais. Se eu fosse igual ela já tinha dado merda. Mas isso não vai mais acontecer porque se depender de mim não quero ter o desprazer de conversar com ela, só na justiça do jeito que ela quis

Avó: Eu cuido para que os meninos fiquem bem e gostaria que todos cuidassem também. É importante que eles fiquem longe dos conflitos.

Pai: Mas só queria te avisar que a minha irmã vai te ligar pra ver isso ok? Obrigado e desculpa qualquer coisa pode ter certeza que quando estão comigo eles são muito bem cuidados e amados, eles nem lembram que tem mãe então não é porque ta doente que não pode vir, eu cuido. Tenho que trabalhar agora,  você desculpa meu desabafo mas o maior prejudicado disso tudo sou eu.

Avó: Ele ainda está com dor de garganta, rouco, com febre e hoje vomitou uma vez. Mas está sendo bem cuidado, nesse momento a mãe está dando banho nele pra tentar baixar a febre. Pior que o [irmão] também começou a tossir e está com alergia no nariz.

Pai: nossa, mas não se preocupe que vou cuidar deles, to com muita saudade e não vou conseguir ficar sem eles. Não cheguei em casa ainda mas amanhã eu ligo. Vai me informando por favor.

Avó: Ok.

Pai: acho que isso pode ser falta do pai  

 Avó: Ok.

[Observação da mãe: fica parecendo que ele é ótimo pai cheio de saudades, mas não paga uma escola nem nada e quer dar 250 reais pra cada filho de pensão e só, sendo que pode dar mais. Sobra salário pra curtir, pois ele vive na noite, mas nunca perguntou o valor da escola]

Depois da mensagem com a conversa, ela me explica porque veio até mim nesse dia das mães:

“Oi, queria compartilhar com você um trecho de uma conversa do pai dos meus filhos com minha mãe, o gaslighting* está presente em tudo, ele inverte a situação, mente como se fosse verdade numa certeza que até confunde a mim que tenho certeza! Ele nunca pode ser contrariado, é agressivo e me agredia, quebravas as coisas em casa na frente das crianças. Na última vez me deu um empurrão com nosso filho de um ano de idade que estava no meu colo, quase cai no chão com ele, meu outro filho se quatro anos viu tudo e até contou pra dona da escolinha, fui até chamada pra conversar e tive todo apoio da escola. Resolvi prestar queixa e pedir a separação de corpos, me mudei pra casa dos meus pais e já fez um ano que estou esperando o divórcio sair. É claro que paga uma esmola de pensão, não quer pagar a escola nem nada, o único acordo que teve foi dos fim de semanas alternados e datas comemorativas que passariam com beneficiados. Mas hoje ele não cumpriu o acordo judicial [na imagem abaixo], era o fim de semana dele mas deveria trazer as crianças no dia das mães, não trouxe e ainda disse que não iria trazer! Todos comemoram o dia das mães menos eu! Sinto uma dor tão grande! Ele sempre agiu com ignorância, nenhum respeito por mim e quando resolvo tomar atitude é acabar com um casamento falido para preservar meus filhos, sou acusada de que ‘se ele fosse igual a mim teria dado merda!’ Pois fui eu que acabei com a merda de viver com ele e tirar as crianças daquele ambiente! E fim de semana que ele fala que é dele não era, era meu e ele ainda ameaça minha mãe de chamar a polícia! Faz terrorismo psicológico, gaslighting, fala que deixou de buscar no [fim de semana] anterior pro meu filho ir numa festa, mentira, não buscou porque não quis! Depois queria que eu liberasse meus filhos doentes com virose forte no fim de semana que era meu dizendo que não precisa da minha permissão pra isso! A parte em que ele diz que lá eles nem lembram que tem mãe, pra mim é a mais assustadora! Como ele coloca a minha posição descartável, alienação parental, um exemplo pra se usar hoje nesse dias das mães hipócrita! Meus filhos com virose e ainda joga sujo com minha mãe dizendo que estão assim pela falta do pai! Um psicopata! Queria compartilhar mas que não mostrem a identidade para preservar minha mãe, mas acho um exemplo pra quem sofre como sofri e não sabia onde encontrar apoio!”

Ela veio até mim porque quer contar uma história de dia das mães que não é feliz. Uma história que certamente muitas mães estão também vivendo, mas que nesse dia tão especial, vamos deixar pra lá, não é mesmo? Ela veio pra alertar outras mães. Ela é vítima de *gaslighting, essa palavra que não tem tradução literal para o português, mas que assombra milhares de mulheres: é uma forma de abuso psicológico onde a vítima é manipulada a duvidar da sua própria memória, percepção e sanidade. É uma forma sórdida de fazer com que a mulher acredite que está louca. É uma forma de manipulação muito usada pelos homens que pode levar a mulher ao isolamento porque a pessoa tem uma tremenda habilidade com as palavras, mentindo em benefício próprio e fazendo com que as pessoas fiquem tão envolvidas com a sua versão da história que a vítima fica numa posição de incredibilidade. Isso foi o que aconteceu com essa mãe. Ninguém acreditava nela, ela viveu uma situação insuportável durante anos, com dois filhos e não encontrou nenhum apoio. Hoje ela ainda sofre as consequências de tudo isso.

Mas o que aconteceu hoje, nesse feliz dia das mães, foi o seguinte: este homem, contrariando o acordo judicial que assinou, não permitiu que essa mãe e seus filhos tivessem um feliz dia das mães. Ele ficou com essas crianças todo o domingo de dia das mães ao invés delas estarem em companhia da mãe, como regulamentado nesse acordo judicial, e como qualquer senso comum determinaria.

imagem post

“Me roubou meu dia das mães por vingança!”

Essas foram as palavras dela pra mim.

Por vingança por um fim de semana, que era dela por direito e que ela preferiu que os filhos ficassem com ela em casa porque eles estava doentes. Por um fim de semana que o pai estava exigindo para substituir outro que ele perdeu porque não quis buscar os filhos.

Chorando, triste, mal e sozinha. Hoje ela irá esperar até as 18h para poder abraçar os seus meninos e respirar aliviada nesse dia das mães que para ela, não foi nada feliz. (Se ele cumprir o horário determinado no acordo).

E assim, encontrei, infelizmente, o texto para publicar nesse dia das mães. Assim, eu chorei. Chorei com ela, queria ter podido abraça-la. Queria que ela, assim como eu, tivesse com os filhos pertinho dela, aproveitando o dia das mães.

Chorei por tantas mães que não tiveram um feliz dia das mães, por diversas razões.

Por isso minha gente, temos que falar sobre isso. Temos que falar sobre o que as mães estão passando. Não iremos fechar os olhos, principalmente nesse dia que tantos tentam nos cegar e nos calar com flores, presentes, distrações.

Estamos juntas, estou contigo, e estou contando as horas para que tu possa finalmente receber teus pequenos que virão com um grande sorriso te dar um abraço e aproveitar o resto do dia contigo!

Obrigada por confiar em mim, e no Temos que falar sobre isso.

Um beijo grande e um abraço apertado, de mãe pra mãe. ❤

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. deh disse:

    Um forte abraço pra vc! Que bom que eles ja chegaram!
    Que homem mais abusado, mas aqui se faz aqui se paga.
    Estou numa relação abusiva com um filho e grávida de outro… Ouço humilhações no pouco tempo q ele fica em casa… O q mais dói eh pensar q minha filha esta no meio disso…

    Curtir

  2. Andreia disse:

    Estou chorando rios aqui com sua história…. Sinta-se abraçada mãe, muita força e logo você estará com seus pequenos em seus braços

    Curtir

  3. um dos (vários) motivos de eu não querer ter filhos…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s