O que é a placenta?

Por Lucia Roque – Placenta Sagrada


A placenta é um órgão fascinante, completo, multifuncional. Há muitas tradições antigas que, mesmo sem conhecerem o funcionamento fisiológico deste órgão, entendiam a sua importância. Viam a placenta como algo sagrado e que deveria ser respeitado. No mundo actual, científico, o papel essencial da placenta é reconhecido mas ainda muito pouco compreendido.

Pouco depois da concepção, e da fertilização do óvulo pelo espermatozóide, inicia-se a divisão celular. Este conjunto de células dá origem ao embrião e à placenta. É verdade, a placenta tem a mesma origem celular que o bebé !

Cada placenta é única como uma impressão digital.

As suas funções iniciam-se 5 a 6 semanas depois da concepção. A placenta tem um lado maternal, que está conectado com a parede do útero e assim ligado ao organismo da mãe; e um lado fetal do qual sai o cordão umbilical que a liga ao bebé. Transporta oxigénio, hormonas e nutrientes da mãe para o bebé, e transporta dióxido de carbono, creatinina, ureia e ácido úrico do bebé para a mãe. A sua estrutura interna complexa permite que, apesar desta troca constante, nunca haja contacto entre o sangue da mãe e do bebé, prevenindo uma possível incompatibilidade entre os tipos de sangue.

plac

É um filtro que protege o bebé de bactérias, mas não de vírus. Barra a entrada de alguns medicamentos e toxinas, mas não consegue impedir a passagem de nicotina, álcool e drogas. Transmite ao bebé os anticorpos da mãe, garantindo a sua protecção nos meses após o nascimento. É também uma glândula hormonal, produzindo hormonas que influenciam profundamente o metabolismo materno e o desenvolvimento fetal. Destacam-se a progesterona e o estrogénio, que previnem nascimentos prematuros e garantem o crescimento do bebé.

É um órgão multifacetado : num curto espaço de tempo, assume o papel de pulmão, fígado, intestino, rim e glândula endócrina.

A placenta é o único órgão humano que é expelido depois de ter cumprido as suas funções dentro do corpo materno. Felizmente, continuam a existir muitos benefícios quando a placenta está fora do corpo da mãe ! Ao usufruir deles, o equilíbrio mãe-placenta-bebé continua a existir depois do parto.

Neste vídeo, uma parteira observa uma placenta recém-nascida enquanto faz comentários interessantes (em inglês).

Fonte: O que é a placenta?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s