Tenho que manter o sorriso mentiroso nos lábios

Natalia


Estou vivendo um dos piores e melhores momentos da minha vida. Melhor porque tenho minha filha que eu amo mais que tudo. E pior porque não tenho mais ninguém. Tenho mãe, tenho irmã, tenho avós e tios, tenho um namorido, mas não tenho ninguém. Ninguém para conversar, para desabafar, para me aconselhar, para só dizer: “Fica calma que tudo vai dar certo e com calma tudo se ajeita…” Não tenho com quem contar, com quem me abrir e ser eu, só eu, não a mãe da Isabella, nem a mulher e escrava da sogra, só quero ser eu. Quero conversar sem ser criticada. Quero que me venham com soluções, com um “tamo” junto. Será que é pedir para a vida melhorar é demais? Quando vou aprender a parar de ser boazinha com os outros que só colocam nas minhas costas? Quando vou poder acordar e falar que a vida está melhorando? Hoje o único motivo que tenho para viver é a minha filha e meu irmão, tenho certeza que se não tivesse eles já teria feito uma besteira. Estou cansada, quero minha vida de volta, quero ser feliz, quero ter paz. Eu não aguento mais. Eu quero gritar e chorar, mas tenho que manter o sorriso mentiroso nos lábios .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s