Algo mudou em mim

3 filhos, Professora


Eu sou Cláudia, casei aos 18 anos, pensava que seria feliz como nos contos de fadas, rsrs, que tanto eu lia quando era criança achando que quando estivesse casada seria um mar de rosas. Tive meu primeiro filho com 20 anos e a segunda filha depois de 2 anos, me separei, fui me virar sozinha com os dois, estudando e trabalhando, foi uma época muito difícil, pois já não tinha muitas pessoas para serem meu apoio, eu chorava muito por ter tantas coisas para fazer até que conheci meu segundo marido e tive meu terceiro filho num momento em que eu e o pai dele estávamos nos separando, foi outra pedreira para mim. Sempre fiz o possível e o impossível para dar o que eu podia e não podia para os três filhos, hoje depois de ter passado por tantos obstáculos, percebo que superei muita coisa, mas percebo também que meus filhos não me dão valor sequer, o mais velho de 22 anos até me falou umas asneiras certo dia destes que me deixou muito triste, tão triste que chego a odiá-lo por ter tido coragem de dizer o que falou para mim, me senti menor que um “Zé ninguém” para ele, eu sei que como eu sou a mais madura e experiente devo perdoá-lo, e perdoei porque muitas vezes não sabemos como tratar os pais ou as pessoas que amamos, mas eu tinha este filho como o mais perfeito para mim, era o mais velho, eu o endeusava, não era o mais importante para mim, porém eu o achava quase perfeito por seus pensamentos, atitudes, qualidades, percebi que não o conhecia totalmente e depois que me disse aquelas palavras que tocaram muito o meu coração, me magoaram profundamente, me feriram, não consigo conversar mais com ele como eu fazia, não tenho mais o tesão em ajudá-lo, vontade de falar coisas que me acontecem, dar-lhe dicas para o mercado de trabalho porque parece que para ele eu sou um nada, me sinto muito pequena diante dele, é horrível, algo mudou em mim e mudou também em relação aos outros filhos, parece que tudo que fiz foi em vão, sei lá, os casamentos não deram certo, mas lutei tanto que desse certo a criação de meus filhos e hoje percebo que não fui feita para ter filhos, não sei ter aquele amor incondicional, que tudo perdoa, que tudo aceita, mesmo assim agradeço a Deus por ter tido filhos perfeitos, inteligentes, saudáveis, enfim, sou espírita e acredito que nada nesta vida é em vão e tudo tem um porquê. Só espero ter valido a pena, ter passado por tudo isso quando eu estiver mais velhinha, porque sinceramente hoje me encontro muito frustrada.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. elisamorales08 disse:

    Querida Claudia….será que ser uma boa mãe se mede pela nossa capacidade de tolerar ofensas?
    Você educou seus filhos, passou pelas dificuldades e venceu. Isso te faz uma boa mãe.
    Acho que você deveria expor seu sentimento ao seu filho,afinal ele não é mais uma criança que não sabe o que diz. Acredito que ele precisa saber que ofendeu você e que você não vai tolerar ofensas dele só porque é mãe. Seria diferente se ele fosse uma criança, sem muita noção das coisas. Mas é um homem que precisa saber que a mãe é um ser humano, uma mulher, que tem uma história, dores pessoais, sonhos…
    E não se esqueça nunca do seu valor. Você diz que sente que seus filhos não te dão valor. Então se dê! Porque con certeza você é uma guerreira de valor.
    Fique bem.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s