Ele nasceu e eu renasci

 

Eu estava no primeiro semestre da faculdade, já com 24 anos, que foi quando decidi a profissão que queria seguir. Nesse meio tempo, reencontrei um colega de colégio e ficamos juntos por uma semana, ali, por uma camisinha mal colocada e uma grande confiança no meu ciclo, engravidei. Entrei em pânico, não sabia o que fazer e o cara nem quis saber e sumiu, num primeiro momento minha mãe até sugeriu aborto, mas depois se arrependeu e me apoiou. Eu, mesmo perdida, desde o primeiro momento decidi seguir com a gestação, tive apoio de alguns amigos e perdi muitos outros.
Eu já estava com 2 meses quando descobri, segui minha vida normalmente, mas não tive coragem de contar para as pessoas, sempre fui vista como uma pessoa responsável, principalmente nesse quesito, sentia muita vergonha pela minha situação e uma tristeza enorme por tudo ter acontecido fora dos meus planos. Mas a vida se antecipou e eu abracei.
Tive problemas no 6° mês de gestação e, após quase nós dois morrermos ele nasceu e eu renasci. Após o nascimento só o vi por alguns segundos, ele foi levado para uma UTI e eu para outra, só consegui vê-lo 3 dias após o parto. Ele ficou alguns meses na UTI e fui conhecendo-o aos poucos, rezando todos os dias para que ele não desistisse de ficar comigo. Ele topou enfrentar essa batalha e me dar um voto de confiança, hoje tem 7 anos, é uma criança adorável, amada, com um coração lindo e muito bem educado, obrigada.
Mas sofro, pois às vezes penso como teria sido minha vida sem ele, o que eu deixei de viver e me culpo todo o tempo em que penso isso, mas é inevitável.
Sofro, pois sou sozinha e nem sempre dou conta, sou humana, por mais que eu me policie, não sou muito provida de paciência, brigo, grito, choro e 5 minutos depois me arrependo, mas aí é tarde demais, não dá pra desfazer e me culpo mais uma vez.
Sofro, pois queria que a vida tivesse seguido conforme meus planos: me formar, conquistar um ótimo emprego, conhecer alguém fantástico, casar e aí então ter filho, cachorro, papagaio, casa com piscina e tudo mais, sinto inveja dessas famílias quando são reais e me culpo mais uma vez.
Simplesmente sofro por não ter conseguido realizar meus sonhos e por não ter com quem dividir essas dificuldades e angústias da maternidade. E me culpo por me sentir assim.
Não nasci mãe, esse não era meu sonho e aquele não era o momento, mas acredito que para tudo há seu tempo e se a vida me mandou um filho, ela teve seus motivos. Aprendi a ser mãe e sigo aprendendo, meu filho é o ar que eu respiro, é o meu suor de cada dia, é o que me faz acordar e viver e eu o amo demais e mais um pouco.
Mas sinto muita falta de mim, de viver por mim, de ser feliz sozinha, mesmo que por alguns minutos.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Ana Ribeiro disse:

    Quando estava lendo seu relato, me deu um alívio quando você disse que ele saiu da UTI e tem 7 anos! Pois sua história é muito parecida com a minha, parecida, pois meu filho não nasceu com vida.
    Eu já tenho uma filha de 5 anos de um primeiro casamento. Também sempre fui responsável e assim se acostumaram a olhar pra mim. Depois de 1 ano e 4 meses separada e sem ter nenhuma relacionamento, encontro alguém do passado, fomos surpreendidos com a gravidez e o amor acabou, ele sumiu. Sei como é duro enfrentar tudo sozinha, mas como vc aceitei meu filho e o amei, muito!Mas, com 35 semanas, ele parou de mexer, e partiu. Até hoje não houve causa médica, estou pesquisando trombofilia, mas nada conclusivo.
    Eu acredito, que não há maior ou menor dor, problema ou sentimentos, somos humanas. Ma ste digo, que passaria por tudo de novo (e vc sabe que não é fácil!), daria tudo, para ter meu filho nos braços como vc tem. É muito triste, a pior dor deste mundo, chegar em casa de braços e colo vazio. Desfazer as malas da maternidade, desfazer seus sonhos.
    Por isso, se eu puder te ajudar de alguma forma, é dizendo isso…beije, brinque, dê muito amor para seu menino. Sei que vc deve estar passando uma fase difícil, mas sem ele, acredite, aí sim vc nunca mais seria a mesma. A vida está toda aí pra vc recomeçar, tenha fé, vai dar certo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s