Ele é muito especial e incrível comigo

Tenho 22 anos e minha gravidez (34 semanas) não foi planejada. Escolhi manter por medo das consequências psicológicas do aborto. Escolhi também ficar com o pai, que era um ficante (25 anos) de um mês e agora estamos morando juntos. Às vezes eu penso se fiz a melhor escolha ou acabei estragando nossas vidas, por covardia.

Eu tinha acabado de terminar com um cara com o qual tive uma experiência muito marcante e até hoje sinto algo. Ontem estava num restaurante com meu atual namorado e vi esse ex. Fiquei branca e tremendo, fugi pro banheiro. Não queria que ele me visse grávida, fracassada e horrorosa com uma blusa que ele me deu, de coque no cabelo e cara cheia de pintas (intoxicação alimentar). Obviamente meu namorado percebeu a situação e ficou super chateado, o que me deixou mais pra baixo ainda. Conversamos e ele disse que queria que eu me sentisse dessa forma apaixonada por ele e eu também gostaria que fosse assim, ele é muito especial e incrível comigo. Só espero que com o tempo eu consiga sentir tão ou mais forte por ele e pela minha filha.

Fico muito assustada em pensar nos primeiros dias da minha filha, medo de ter depressão pós-parto, de não conseguir amar ela da forma que toda mãe ama seu filho, de culpar ela por todas as mudanças que estou passando.

Medo, pavor, tristeza, frustração é o que estou sentindo e principalmente culpa. Todas as mães que conheço dizem ser a melhor coisa do mundo, que a maternidade muda você pra melhor, mas só consigo me sentir mal com o que me tornei.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Fernanda disse:

    Fique bem, não se culpe. A vida nos dá algumas voltas e nos deixa sem chão. A maternidade não é tudo isso que pintam nem de ruim nem de bom. Você vai descobrir o amor por ela, sua pequena vai te conquistar e você vai ver que fez a escolha certa. Nem todos os dias você pensará que fez a escolha certa, no entanto, e é bom saber isso. Espero fique bem, se sinta linda e consiga aproveite o amor a sua volta.

    Curtir

  2. Clara disse:

    Não, nem toda maternidade é mágica, nem sempre sentimos amor e encantamento e principalmente: não está cometendo crime por te sentires assim! Nós damos o que podemos e quando podemos! Teu bebê saberá disso um dia e compreenderá. Comigo também foi sofrido e não é um mar de rosas, mas converso com ela, q ainda está na barriga. Sei que ela vai me aceitar e entender. Força ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s