Por que me sinto tão triste?

1 filho, 33 anos


Olá, vim fazer um desabafo me sentindo a pessoa mais esquisita do mundo. Tenho um filho de 5 meses, lindo, saudável, alegre e esperto. Estou de licença-maternidade. Me dediquei exclusivamente a meu filho. Meu marido é um pai carinhoso. Nossos parentes são ótimos com nosso filho. Encontro ajuda de meus familiares, que são bons demais. Estou amamentando meu filho até hoje, ele mama direitinho.
Então por que me sinto tão triste? Me pego desolada, querendo chorar. Parece que não sei mais quem eu sou. Será que isso é normal? Acho que não! Tantas mulheres estão plenas com a maternidade – mesmo tantas com menos sorte que eu – e eu me sentindo estranha.
Não sei o que fazer! Bate desespero, nossa…

Anúncios

4 comentários Adicione o seu

  1. Isabela Floriano disse:

    Eu também me sentia assim quando meu filho era mais bebê. Não entendia o porque, já que meu marido sempre foi muito carinhoso e ajudador, assim como minha família.
    Mas agora que ele já tem quase um ano e meio, já me sinto bem melhor, e percebi que no meu caso foi porque eu tinha me deixado totalmente de lado para cuidar do meu filho. Eu tive dificuldades em amamentar, meu peito inflamou e precisei dar complemento. Me senti muito mal com isso e voltei minhas forças a dar sempre o que ele precisava e estar sempre ali para ele.
    Agora que ele esta mais independente, maior, e minha família se dispõe a cuidar dele quando preciso, tenho mais tempo para cuidar de mim das minhas necessidades. As vezes a gente precisa de um tempo para nós, fazer coisas importantes ou ate fúteis, espairecer!

    Curtir

  2. Shai disse:

    Tb me sinto assim. Meu filho tb tem cinco meses, é lindo e simpatico e tem um pai amoroso… Bom saber que nao estamos sozinhas e que nao tem nada de errado conosco embora acreditemos nisso o tempo todo… O que eu tento sempre é olhar pra ele, ver o seu desenvolvimento e me sentir agradecida por te-lo em minha vida, mas tem dias que nao é facil. Fui aconselhada a procurar ajuda psicologica, talvez seja bom… Quem sabe voce tenta também?!

    Curtir

  3. Alessandra Arrais disse:

    Pode não haver nada demais com vc! A tristeza tb faz parte da maternidade, assim como em qualquer outra parte de nossa vida…Ela é até necessária em vários momentos…nos faz refletir sobre nossas escolhas, valorizar alguns aspectos e relativizar outros…Enfim, ė normal ficar triste…mesmo com um lindo e desejado bebê nos braços. E spois familiar…simples assim! Vc deve estar assustada por que, provavelmente, não te contaram sobre essa parte que nós da “Tons da maternidade'” chamamos de’ “lado B” de ser mãe. …Se vc puder falar disso com alguém, ser realmente ouvida e não julgada, vc verá que outras mães tb passam por isso , e a sensação de inadequação se dissipa. Só se preocupe se essa sensação de tristeza vier junto com outros sintomas como: alterações no sono e no apetite, desânimo, falta de interesse generalizado, perda de peso, culpa , isolamento, apatia , irritação e se ela estiver te impedindo de realizar as suas atividades normais…Caso isso aconteça tb não é o “fim do mudo” . Procure ajuda profissional de um psicólogo e /ou psiquiatra que eles poderão te ajudar a melhorar bastante .

    Curtir

  4. Seria bom investigar com um profissional, tem muitos relatos assim que tem a possibilidade de ser depressão pós parto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s