Tiago, meu presente de Deus

Meu nome é Carla Bragança, tenho 27 anos. Sou de Araruama, interior do Rio de Janeiro e essa é a minha história. É a história do meu grande amor!

No dia 24/02/2014, tive a confirmação que estava grávida.Foi um choque pois não esperávamos. Daí experimentei um mix de sentimentos: felicidade, medo. insegurança. Mais Deus foi me dando a certeza que tudo ficaria bem!
Minha gravidez foi tranquila, sem enjoos, sem qualquer sintoma ruim e com os exames em dia.
No dia que fiz a ultra morfológica o médico não conseguiu ver o rostinho e nem o coraçãozinho do Tiago. Mais não me preocupei pois sabia que Deus estava no controle.
Aos 7 meses de gestação fui a Icarai (RJ) fazer um ecocardiograma fetal, mais eu não tinha ideia que esse exame mudaria nossas vidas.
Fui a clinica BabyCor com a minha irmã e durante o exame notamos que as feições da médica mudavam a cada vez que ela mexia com o aparelho, mais nunca imaginaria que meu filho teria algum problema.
Tiago foi diagnosticado com uma cardiopatia congenita complexa, que podemos entender como uma má formação no coração. A parte esquerda do coraçãozinho dele praticamente não existia e ele tinha a aorta muito fininha. 1 a cada cinco mil bebês  que nascem por ano tem essa anomalia e as causas são desconhecidas.
O desespero tomou conta de mim, meu mundo acabou naquele momento e eu não tinha fé que o Tiago nasceria. Chegando em casa, tive que explicar a situação para meu esposo, família e amigos. E como foi dificil fazer isso…
Desde aquele dia tudo mudou de verdade. Me tornei mãe, mãe que sofre, que chora e que tem esperança.
Fui contando a notícia aos poucos e para minha surpresa, minha família e meus amigos nos pegaram no colo e nos sustentaram nessa luta.
Luta que ficou mais dificil no dia 09/10 as 23:30 quando minha bolsa rompeu, fazendo Tiago nascer 12 dias antes do previsto.
Mais Deus preparou tudo para a chegada do Tiago. Uns amigos muito especiais nos emprestaram um apartamento em Icaraí que ficava a 5 minutos da Maternidade onde ele nasceu. Recebemos ajuda financeira da igreja Batista da qual faço parte e dos amigos da faculdade. Mais o que recebemos de mais importante foi o amor das pessoas. Conheci o verdadeiro amor. Conheci o amor de mãe mais também conheci o amor de Deus através das pessoas que ele colocou no meu caminho. Tiago ficou 10 dias na Maternidade São Francisco  (RJ) e no dia 20/10 foi transferido para o Centro Pediátrico da Lagoa (RJ). Lá o Tiago lutou com um bravo guerreiro. Diagnosticado com problemas incompatíveis com a vida, meu filho aguentou por 32 dias. Foram 32 dias de muita luta, de muitos choros, de felicidade quando o víamos acordado, de alegrias pois dávamos graças a Deus por cada dia que ele estava com a gente. Foi uma linda batalha! E eu e meu esposo acompanhamos tudo de pertinho. Íamos todos os dias ao Rio e orávamos como loucos. Vimos uma igreja orando como louca também. A família se mobilizou para nos ajudar. Descobrimos os verdadeiros amigos. Deus cada dia confirmava seu amor por nós. Deus perdeu um filho e ele sentia essa dor junto com a gente. O Senhor nos preparava para a despedida. E no domingo sentimos que Tiago ia partir. Mais não desistimos de orar, simplesmente mudamos nossa oração. “Senhor, faça com que sua vontade prevaleça a nossa, faça o que for melhor para Tiago”. Sinto que Deus não quis tirar o Tiago da gente, Ele esperou que tivéssemos maturidade espiritual para devolve-lo ao Senhor. E foi difícil fazer isso! Somos humanos e a nossa natureza é fraca e egoísta, mais meu amor pelo Tiago e a minha confiança em Deus fez com que eu fizesse isso.
Meu filho está na glória do Senhor, está sendo abraçado por um Deus que nos ama acima de tudo.
Hoje estou de pé, e no dia do sepultamento, eu também estava de pé e consolei as pessoas que sofriam a morte dele. Muitos vieram me consolar e saíram consolados. A fé em Deus faz isso. A paz que excede todo entendimento! Deus me deu tanta paz que pude dar o meu testemunho e ser luz em meio a escuridão que é a morte!
Acredito que Tiago veio ao mundo para isso! Tiago trouxe mudanças, trouxe movimento. Vi o corpo de Cristo de mobilizar. Vi os jovens e adolescentes da minha igreja clamando pela vida do meu filho. Vi minha família batalhar ao nosso lado. Vi desconhecidos orando pela recuperação dele. Vi em mim uma fé que eu desconhecia. Vi no meu esposo uma fé que ele também não conhecia.Vi um pai com um filho nas mesmas condições do Tiago me agradecer pois o meu testemunho encheu o coração dele de esperança… tanta esperança que ao chegar em casa ele só falava do Tiago. Em meio a tanta dor pude fazer diferença na vida de um pai sem fé.
Diante disso… Nada a pedir, só a agradecer.
Não perdi um filho, somente o devolvi para Deus. E o meu sentimento hoje é só gratidão e saudade. Choro sim, porque queria que meu filho estivesse aqui, mais tenho muito orgulho dele. Tiago foi um missionário. Fez maravilhas em 32 dias. Eu tenho 26 anos só fui fazer diferença na vida de alguém com a chegada dele.
Agradeço primeiro a Deus pelo lindo presente que ele me deu. Agradeço aos amigos, conhecidos e desconhecidos que estiveram orando.  Orei muito por um milagre e Deus me deu. Deus me deu o amor, o cuidado, as orações, os amigos, a família. Para mim não existe maior milagre do que o amor!
Tiago foi e sempre será o melhor presente que Deus me deu!

Depoimento enviado pela mãe Carla Bragança

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Tatiane disse:

    Impossível não se emocionar com um depoimento desses!! As mãos do Senhor operando através de vidas tão pequenas… difícil para a mente humana compreender… somente um coração quebrantado e cheio do amor de Deus para compreender que a Sua Vontade é sempre perfeita e agradável! Glória ao Senhor por sua vida e por compartilhar esse testemunho Carla! Que Deus abençoe e tenha misericórdia de todas nós!

    Curtir

  2. Deise disse:

    Oi Carla. Meus sentimentos ! Identifiquei me dimais com sua história por vários motivos …. meu pqno Miguel tb teve esta rara cardiopatia e foi tudo exatamente como vc descreveu desde a ecocardiograma, as feições dos médicos, o medo, as incertezas , a gestação tranquila sem dores ou enjoos. Miguel nasceu 19/11/15 . Lutou por 15 dias e eu pode ver quantas pessoas ele mobilizou … de diversas crenças e religiões ! Admiro vc por reconhecer os ensinamentos positivos que recebeu e compartilha sua história com tanto carinho e amor. A dor é infinita e saudade tb. Abraços.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s