Mãe de gêmeos por oito meses

Cibele, 35 anos, 4 filhos, professora


Há quase oito meses dei à luz meus gêmeos, Samuel e Ian. Foi uma gravidez saudável, estava muito surpresa e feliz assim como minha família. Tive meu parto normal, não humanizado, com episiotomia. Mas estava feliz por conseguir parir gêmeos. Depois de duas horas veio a pior notícia da minha vida até hoje, meu Samuel havia falecido. Chorei muito, quase entrei em desespero e me senti muito sozinha, pois meu marido estava cuidando dos procedimentos para o funeral, queria muito minha mãe, mas ela demorou a chegar. Quando estavam me levando para o quarto é que me trouxeram meu bebê, foi muito rápido, só o segurei alguns instantes em meus braços. O irmãozinho,  Ian, graças a Deus nasceu muito bem. Mas como estava com baixo peso e  icterícia, ficamos no hospital por dez dias. Foram os piores dias da minha vida, o luto, a luta do Ian para ganhar peso, ficar longe dos meus filhos mais velhos… Achei que ficaria louca… Hoje ainda sofro por tudo que não vivi com meus gêmeos, saber se seriam realmente iguais, vê-los crescendo juntos, falar que sou mãe de gêmeos… As pessoas não entendem porque sofro, se estou com meu bebê nos braços e mais dois filhos. Sofro por não ter meu Samuel comigo, sofro pois queria ter vivido tudo que planejei para eles e embora eu seja muito feliz por ter três filhos ao meu lado, sou uma mãe incompleta por ter um filho no coração!

Revisão LW

1 comentário Adicione o seu

  1. Querida Cibele,

    Nós da Equipe temos que falar sobre isso sentimos muito pela sua perda e agradecemos por compartilhar conosco a sua história. É muito difícil encontrarmos empatia nas pessoas quando se trata da dor, sobretudo a dor do luto. No intuito de querer ajudar falam coisas descabidas para uma mãe que precisa viver o seu luto. É difícil as pessoas entenderem que um filho não substitui o outro e que não importa a quantidade de filho que temos, cada um é único e especial dentro de nosso coração. Não se sinta culpada pelos seus sentimentos. Seu luto é muito recente e você precisa vivê-lo em todas as suas fases.
    Conte conosco sempre que precisar falar sobre isso,

    Um forte abraço,
    Ana Carolina Piassentini
    Equipe Temos que falar sobre isso

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s